Futebol Internacional

5 grandes jogadores que se aposentaram sem ter conquistado um título por sua seleção

Daniel Farias
Beckham disputou três Copas do Mundo e duas edições da Eurocopa, mas não levantou nenhuma taça
Beckham disputou três Copas do Mundo e duas edições da Eurocopa, mas não levantou nenhuma taça / Michael Steele/GettyImages
facebooktwitterreddit

Conquistar títulos é o sonho de qualquer jogador de futebol, mas essa missão nunca foi e nem será fácil. A disputa fica ainda mais acirrada quando se trata de ser campeão vestindo a camisa da seleção. Alguns craques que despontaram no futebol mundial nunca conseguiram erguer sequer um troféu por seu país. Acompanhe abaixo a lista especial que preparamos com jogadores que possuem essa lacuna em seus currículos.

1. Beckham

David Beckham com a camisa 7 da seleção da Inglaterra
David Beckham foi capitão do English Team / Ross Kinnaird/GettyImages

O meio-campista David Beckham é ídolo do Manchester United, jogou por grandes clubes como Milan, PSG e Real Madrid e também construiu sua história com a camisa Inglaterra. Ele soma 115 jogos e 17 gols pela seleção, representou a Inglaterra na Copa do Mundo de 1998, 2002 e 2006 e também na Eurocopa de 2000 e 2004, porém jamais subiu ao lugar mais alto do pódio.

2. Figo

Luis Figo, meio-campista da seleção de Portugal
Figo em ação na Copa do Mundo de 2006, na Alemanha / Shaun Botterill/GettyImages

Com passagens por Barcelona, Inter de Milão e Real Madrid, Luís Figo foi um dos portugueses de maior destaque no futebol mundial. Revelado no Sporting, o meio-campista acumulou 127 jogos e 32 gols com a camisa lusitana, mas não soltou o grito de campeão uma vez sequer.

3. Ballack

Michael Ballack, meio-campista com a camisa 13 da Alemanha
Ballack defendeu as cores da seleção alemã no Mundial de 2006 / Shaun Botterill/GettyImages

O alemão Michael Ballack vestiu as camisas de potências como Bayern de Munique e Chelsea, ganhou quatro vezes a Bundesliga e três Copas da Inglaterra, mas não teve a mesma sorte quando vestiu a camisa de seu país. Ele disputou Copa das Confederações (1999 e 2005), Copa do Mundo (2002 e 2006), Eurocopa (2000, 2004 e 2008), mas em nenhuma delas levantou a taça. Ao todo foram 98 jogos e 42 gols pela Alemanha.

4. Sneijder

Wesley Sneijder
Sneijder foi o carrasco do Brasil na Copa de 2010 ao marcar o gol que eliminou a seleção pentacampeã do Mundial da África do Sul / Jamie McDonald/GettyImages

A Holanda sempre montou grandes times, mas ao longo da história só possui um título de expressão, a Eurocopa de 1988. Dessa forma, grandes nomes da seleção penduraram a chuteira sem sentir este gostinho de vencer uma competição pelo país, como Wesley Sneijder, que em 2010 bateu na trave, mas a Laranja Mecânica perdeu a final para a Espanha ao tomar um gol na prorrogação. No mesmo ano ele foi uma das peças que se destacou na Inter de Milão campeã da Champions League.

5. Zanetti

Javier Zanetti, camisa 8 da seleção argentina
Javier Zanetti foi capitão da seleção argentina / KAZUHIRO NOGI/GettyImages

Polivalente, Javier Zanetti foi escalado tanto na lateral quando no meio de campo. Quando saiu da Argentina ele foi contratado pela Inter de Milão, onde esteve por quase 20 anos e virou uma lenda do clube italiano. Chamado de Pupi no país natal, foi eleito pela AFA o melhor lateral-direito da história da seleção argentina. O auge foi no início dos anos 2000, justamente quando os hermanos atravessaram uma seca de conquistas que acabou apenas na Copa América de 2021.

facebooktwitterreddit