Chelsea

5 grandes jogadores que o Chelsea deixou escapar e acabou se arrependendo

Wéverton Rodrigues
Muito mal aproveitado, Kevin De Bruyne fez apenas 9 jogos no Chelsea
Muito mal aproveitado, Kevin De Bruyne fez apenas 9 jogos no Chelsea / Michael Regan/GettyImages
facebooktwitterreddit

Volta e meia surge um caso de jogador que, ascendendo à mídia internacional por motivo de um desempenho acima da média na temporada, é revelado ter tido passagem discreta pelo Chelsea. Acontece que, numa grande parcela destes casos, o time londrino acabou se desfazendo de um nome que poderia ter rendido muito em favor do clube. 

Independente de qual tenha sido, de fato, o motivo, estes jogadores acabaram com sua passagem pelos Blues encurtada e, assim, puderam, anos depois, brilhar por outros times, inclusive por grandes rivais do time de Londres.

5. Thorgan Hazard

Thorgan Hazard
Hazard é um dos jogadores mais talentosos do BVB / Matthias Hangst/GettyImages

Thorgan Hazard foi contratado pelo Chelsea junto ao Lens em meados de 2012, na mesma janela de transferências em que seu irmão, Eden, deixou o Lille rumo à Stamford Bridge. Mas a história dos dois irmãos em Londres foi bem diferente.

Enquanto Eden conseguiu conquistar a confiança da diretoria dos Blues logo em suas primeiras temporadas como jogador do clube, Thorgan não se firmou e acumulou empréstimos. Viria a explodir seu potencial anos depois, na Bundesliga, com a camisa do Borussia Mönchengladbach.

Atualmente, é o camisa 10 e peça importante para o Borussia Dortmund.

4. Arjen Robben

Arjen Robben, Chelsea, PSV
Robben chegou ao Chelsea em 2004, vindo do PSV / Ben Radford/GettyImages

Tendo chegado ao Chelsea em 2004, Robben se transferiu para o Real Madrid em 2007, quando seu destino seria traçado longe do Stamford Bridge. Foi, porém, em 2009 que ele mostrou todo seu potencial quando se mudou para a Alemanha e fez história com a camisa do Bayern de Munique

E já na primeira temporada com a camisa do Bayern, ele anotou 23 gols. Ao todo, foram 10 temporadas defendendo o time da Baviera antes das duas temporadas com o time merengue. 

Hoje, ele está aposentado aos 38 anos de idade.

3. Mohamed Salah

Salah, Chelsea
Destaque do Basel, Salah despertaria o interesse do Chelsea / Matthew Ashton/GettyImages

Trazido ao Chelsea em 2013 vindo do Basel, o jovem Salah teve uma passagem com poucos atuações pelo time inglês antes de se destacar na Fiorentina, a quem foi emprestado.

Além disso, ele ainda passaria por um empréstimo para a Roma antes de ser adquirido pelo time da capital italiana. Daí em diante, 'dispensado' por José Mourinho, que decidiu não contar mais com os serviços do egípcio, que ele acabou indo para o Liverpool, onde conquistou Liga dos Campeões da UEFA (2018–19), Supercopa da UEFA (2019), Mundial de Clubes da FIFA (2019), Premier League (2019–20), Copa da Liga Inglesa (2021–22) e Copa da Inglaterra (2021–22).

2. Romelu Lukaku

Romelu Lukaku, Chelsea
Em 2011, Lukaku teve passagem sem gols pelo Chelsea / Mark Thompson/GettyImages

Outro jogador com passagem pelo Chelsea, mas acabou não sendo muito bem aproveitado foi o belga Romelu Lukaku. Tendo chamado a atenção no Anderlecth, marcando 40 gols nas temporadas 09/10 e 10/11, ele despertou, então, o interesse dos Blues.

Mas sua curta passagem pelo time rendeu vários arrependimentos mais tarde, especialmente porque o atacante teve ótimas passagens onde atuou, a saber, Everton, Manchester United e Inter de Milão, nos quais soma, facilmente, mais de 150 gols e um Campeonato Italiano (2020–21).

1. Kevin De Bruyne

De Bruyne
Kevin de Bruyne em ação com a camisa do Chelsea em jogo contra o Sunderland / Matthew Lewis/GettyImages

Um dos jogadores mais expressivos da história da Premier league, Kevin de Bruyne é o maior caso recente de jogadores que o Chelsea se desfez e que, pouco tempo depois, estavam brilhando por outros times 

Tido como o melhor meio-campista do mundo, ele foi para o Wolfsburg em 2014 e para o Manchester City em 2016. Depois disso, o jogador belga alcançou o auge da sua carreira, tendo vencido os Campeonatos Ingleses de 2017–18, 2018–19, 2020–21 e 2021–22.

facebooktwitterreddit