Futebol brasileiro

5 fatos sobre o empate entre Atlético-GO e Santos pelo Brasileirão

Daniel Farias
Times somaram apenas um ponto e continuam mais pertos do Z-4 do que do G-6
Times somaram apenas um ponto e continuam mais pertos do Z-4 do que do G-6 / Alexandre Schneider/GettyImages
facebooktwitterreddit

Neste sábado (13), o jogo entre Atlético-GO e Santos abriu a 32ª rodada do Brasileirão Série A. As duas equipes se enfrentaram no Estádio Antônio Accioly, em Goiânia, e a partida terminou 0 a 0. Apenas um ponto separam as equipes na tabela - o Dragão tem 38 e está em 14º, enquanto o Peixe soma 39 e está em 11º.

O Atlético-GO chega agora ao seu quarto jogo consecutivo sem vitória na Série A. São três derrotas e um empate. Já do ponto de vista do Santos, a equipe vinha de uma importante vitória contra o Red Bull Bragantino. Na próxima rodada o Dragão encara o América-MG, fora de casa. O Santos recebe a Chapecoense, em casa.

O ponto conquistado por Dragão e Peixe apenas reafirma o equilíbrio no meia da tabela. Para ilustrar isso, é possível perceber que a distância entre o 16º colocado (Bahia, o primeiro time fora da zona de rebaixamento) e o 11º (Santos) é de apenas três pontos.

O jogo foi truncado, com o gramado ainda dificultando a criação de jogadas. As duas equipes precisam abrir os olhos e mostrar mais alternativas se quiserem de fato se afastar do risco do rebaixamento. Na próxima rodada o Dragão encara o América-MG em Belo Horizonte. O Alvinegro Praiano, por sua vez, recebe a Chapecoense na Vila Belmiro.

1. Novidades no time da estreia

Sem Eder e Janderson, suspensos, o estreante Marcelo Cabo escalou Pedro Henrique na zaga e André Luís no ataque, e além disso a equipe titular contou com a presença de Marlon Freitas na vaga de Baralhas, desta vez por opção do treinador

2. Gramado encharcado

Além de atrapalhar o andamento da partida, as condições climáticas provocaram um atraso antes da bola rolar em Goiânia. Isso prejudicou os dois times na busca pela criação das jogadas. Dessa forma, a realidade foi um jogo com muitos lançamentos longos, sobretudo no primeiro tempo.



3. A melhor chance de gol

Após cruzamento, o atacante André Luís recebeu na marca do pênalti e mandou para o gol, mas o zagueiro se atirou na bola e ajudou a manter o placar zerado

4. Dudu

Lateral-direito com passagem no Internacional cumpriu bem o papel ofensivo e, ao longo do campeonato já deu duas assistências. Contra o Santos ele chegou com perigo à frente no final do segundo tempo, mas João Paulo não conseguiu aproveitar o cruzamento do lateral, que pouco antes havia tentado um chute de fora da área que passou longe do gol do Peixe

5. Ruim para os dois


Do ponto de vista dos objetivos dos dois clubes na Série A, esse não foi um resultado positivo. A faixa que as equipes ocupam na tabela está muito equilibrada, ou seja, com os clubes muito próximos uns dos outros em termos de pontuação. Agora ambos aguardam o término da rodada para saber a quantos pontos ficam da temida zona de rebaixamento.



facebooktwitterreddit