Grêmio

5 exemplos do passado para o torcedor do Grêmio acreditar na fuga do rebaixamento em 2021

Antonio Mota
Do Goiás ao Fluminense: veja 5 casos que podem dar esperanças ao torcedor do Grêmio.
Do Goiás ao Fluminense: veja 5 casos que podem dar esperanças ao torcedor do Grêmio. / Silvio Avila/Getty Images
facebooktwitterreddit

O Grêmio visitou e perdeu para o Palmeiras por 2 a 0, na Allianz Arena, na noite da última quarta-feira (7), pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o Tricolor Gaúcho se afundou na lanterna da Série A – com apenas 2 pontos (8,3% de aproveitamento) – e viu o sinal de alerta contra o rebaixamento para a Série B tocar com força em Porto Alegre.

O momento não é dos melhores, mas a história mostra que o Imortal tem chances de se livrar do descenso nacional. Vale notar, antes de tudo, que o Tricolor tem duas partidas a menos que boa parte dos adversários do Brasileirão. Confira abaixo 5 exemplos para o torcedor do Grêmio acreditar na fuga do rebaixamento em 2021.

1. Goiás em 2003 e o incrível renascimento com Cuca

Goiás Cuca
Com Cuca, o Goiás se salvou no Campeonato Brasileiro de 2003. / Pool/Getty Images

O Campeonato Brasileiro de 2003 contava com 24 clubes e não 20, mas isso não muda o feito do Goiás. Naquele ano, o Esmeraldino se superou e deixou o país boquiaberto ao não ser rebaixado para a Série B. Afinal, das primeiras 10 rodadas, o Verdão perdeu 6, empatou 3 e venceu apenas uma. O cenário só mudou com a chegada de Cuca. Com o novo comandante, o clube se reinventou e conseguiu se manter na Série A.

2. Fluminense de 2008 teve uma campanha parecida com a do Imortal

Fluminense
O Fluminense sofreu no Campeonato Brasileiro de 2008. / AFP/Getty Images

O Fluminense não caiu em 2008 por um milagre. Naquela temporada, o Tricolor das Laranjeiras somou apenas 2 pontos nas sete primeiras rodadas do Campeonato Brasileiro enquanto focava na disputa da Libertadores em que foi vice-campão. À época, muitos acreditavam que o clube não teria como escapar do “passeio pela Série B”, porém, no fim, o Flu reagiu e escapou.

3. Fluminense de 2009 também sofreu (e muito) – Cuca salvador?

Fluminense
O Fluminense realmente é o "Time de Guerreiros". / MAURICIO LIMA/Getty Images

O Fluminense é realmente o “Time de Guerreiros”. Em 2009, um ano após quase ser rebaixado no Brasileirão, o Tricolor lutou novamente para não cair para a Segundona e mais uma vez se salvou. À época, o Flu tinha 99% de chances de ser rebaixado, o que só mudou na reta final do torneio, quando o time embalou uma sequência de 11 jogos de invencibilidade: 7 vitórias e 4 empates.

4. Botafogo não largou bem em 2009, mas se salvou

Botafogo Brasileiro Jefferson
O Botafogo não caiu em 2010. Milagre? / Luis Vera/Getty Images

A torcida do Botafogo não gosta nem de lembrar do Brasileirão de 2009. À época, o Glorioso conseguiu apenas 10 dos 30 pontos possíveis nas dez primeiras rodadas da liga – e duas vitórias. O desempenho era ruim e o ambiente pesado. Porém, na última jornada da competição, o Alvinegro bateu o Palmeiras e se salvou.

5. Atlético-GO em 2010 se salvou na última rodada do Brasileirão

Atletico-GO René Simões
René Simões salvou o Dragão no Brasileirão de 2010. / Buda Mendes/Getty Images

O Atlético-GO também fez história contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro de 2010. E que história. O Dragão não largou bem e acabou tendo um desempenho muito ruim nas 10 primeiras rodadas: 7 derrotas, 2 vitórias e um empate. Na oportunidade, o Rubro-Negro era cotado como rebaixado, mas isso não aconteceu. O clube se livrou da queda na última jornada.

facebooktwitterreddit