Brasileirao Série A

5 destaques do empate entre Chapecoense e Flamengo

Bia Palumbo
Renato Portaluppi saiu de Chapecó indignado com a arbitragem
Renato Portaluppi saiu de Chapecó indignado com a arbitragem / Alexandre Schneider/GettyImages
facebooktwitterreddit

O Campeonato Brasileiro teve um jogo atrasado nesta segunda-feira (8), quando o Flamengo entrou em campo na Arena Condá e voltou para o Rio de Janeiro com o gosto amargo do empate diante da lanterna Chapecoense. O placar de 2 a 2 revoltou o técnico Renato Gaúcho, do rubro-negro, que contestou decisões da arbitragem como o lance polêmico em que Gabigol dividiu com o goleiro Keiller e caiu na área, depois o próprio atacante foi flagrado em impedimento duvidoso.

O jogo começou com quatro gols no primeiro tempo, inclusive com virada da Chapecoense em um intervalo de cinco minutos, mas Michael balançou a rede e a etapa final ficou mais marcada pelas boas defesas do goleiro Keiller e as expulsões de Kaio Nunes e Everton Ribeiro.

Na súmula da partida, o árbitro Denis da Silva Ribeiro Serafim relatou que, na saída para o intervalo, um dos diretores do Flamengo, Bruno Spindel, dirigiu-se a ele com xingamentos e precisou ser contido por seguranças.

Destaques do jogo

1. Kaio Nunes

O atacante quebrou um jejum de quase cinco meses sem balançar a rede e isso aconteceu em dose dupla. Ele foi um dos personagens da partida - no primeiro tempo, marcou dois gols em cinco minutos no que seria a virada da Chapecoense e ainda provocou um cartão amarelo para Matheuzinho. Ele poderia ter saído de campo como herói, mas na etapa final cometeu duas faltas duras aos 5 e 13 minutos e foi expulso.

2. Michael

Artilheiro do Flamengo no segundo turno, atacante ganhou espaço com a ausência de peças no setor ofensivo. Ele participou de 11 jogos, sendo oito como titular, e fez sete gols. Desta vez ele evitou a derrota ao concluir um belo lançamento de Gabigol.

3. Busanello

A Chapecoense tem a pior defesa do campeonato (levou 52 gols em 31 rodadas), mas mesmo assim o lateral-esquerdo conseguiu se destacar. Ele travou um duelo particular com Matheuzinho e Michael, que marcaram os gols do Flamengo, e trabalhou bastante para evitar mais uma derrota da Chape na Arena Condá.

4. Matheuzinho

Acionado pelo terceiro jogo consecutivo, o lateral-direito de 21 anos fez o primeiro dele com a camisa do Flamengo no dia em que completou 71 partidas pelo rubro-negro.

5. Willian Arão

Willian Arão, Baralhas
Willian Arão é titular do Flamengo / Buda Mendes/GettyImages

Participativo tanto na proteção à defesa quanto no setor ofensivo, acertou 90% dos passes e todos os cinco lançamentos que tentou, mas o Flamengo estava em um dia pouco inspirado .

Com este tropeço, o Flamengo segue a 11 pontos do líder Atlético-MG e agora tem apenas um jogo a menos em relação ao rival, um confronto diante do Grêmio que ainda não foi marcado.

facebooktwitterreddit