5 curiosidades e momentos marcantes do Estádio das Laranjeiras

Nathália Almeida
May 11, 2020, 11:40 AM GMT-3
FBL-BRAZIL-ENGLAND-EXETER CITY-FLUMINENSE
FBL-BRAZIL-ENGLAND-EXETER CITY-FLUMINENSE / YASUYOSHI CHIBA/Getty Images
facebooktwitterreddit

Inaugurado no dia 11 de maio de 1919, o Estádio Manuel Schwartz, popularmente conhecido como Laranjeiras, respira história. Casa de um dos clubes mais tradicionais do futebol brasileiro, o Fluminense, o estádio é tão pioneiro quanto o próprio Tricolor Carioca. Em homenagem ao aniversário de 101 anos de um dos palcos mais importantes do nosso esporte, listaremos a seguir cinco curiosidades e momentos marcantes envolvendo o Estádio das Laranjeiras. Confira:

1. Pioneirismo e primeira casa da Seleção Brasileira

FBL-BRAZIL-ENGLAND-EXETER CITY-FLUMINENSE
FBL-BRAZIL-ENGLAND-EXETER CITY-FLUMINENSE / YASUYOSHI CHIBA/Getty Images

O Estádio das Laranjeiras - que ainda não havia recebido essa alcunha à época, obviamente -, foi o primeiro do país com arquibancadas de concreto ao redor do campo. Foi, também, a primeira casa da Seleção Brasileira: em 1914, sediou uma partida amistosa entre o escrete verde e amarelo e o clube inglês Exeter City, que estava em excursão à América do Sul. A partida foi disputada no dia 21 de julho daquele ano, dia do aniversário do Fluminense.

2. O Sul-Americano de 1919 e o primeiro título da Canarinho

Além de sediar o primeiro jogo da história da Seleção Brasileira, o Estádio das Laranjeiras também foi o palco da primeira grande conquista da história verde e amarela. Escolhido para sediar o Sul-Americano de 1918, o Brasil viu o Fluminense 'tomar as rédeas' e a aceitar o desafio de reformar seu estádio para receber a competição, que só viria a acontecer em 1919 por conta da gripe espanhola. Friedenreich e Neto foram os artilheiros da Canarinho, que com campanha de três vitórias e um empate, garantiu a primeira taça de sua história. Chile, Argentina e Uruguai disputaram o torneio.

3. Laranjeiras e o Cristo Redentor: tudo a ver

Brazilian Statue
Brazilian Statue / George Pickow/Getty Images

Situado na zona sul do Rio de Janeiro, o Cristo Redentor é um dos pontos turísticos mais visitados do mundo. É considerado, também, uma das sete maravilhas do mundo moderno. Mas o que isso tem a ver com o Estádio das Laranjeiras? Bem, a casa do Fluminense foi responsável por receber a cerimônia de celebração da inauguração do Cristo, em 12 de outubro de 1931, já que o monumento não é capaz de comportar grandes multidões. Nem só de esportes vive as Laranjeiras, viu?

4. Palco de títulos de diversos clubes do Rio

Vasco v Bangu - Rio de Janeiro State Championship 2011
Vasco v Bangu - Rio de Janeiro State Championship 2011 / Buda Mendes/Getty Images

A construção de memórias históricas nas Laranjeiras não gira em torno apenas de Fluminense e Seleção Brasileira. Outros clubes do Estado do Rio de Janeiro foram felizes jogando no estádio: Bangu, America, Vasco da Gama, Botafogo e Flamengo, todos conquistaram ao menos um título atuando no tradicional gramado tricolor.

5. A última volta olímpica

Com a ascensão do Maracanã como sua 'casa número 1', o Fluminense foi deixando de utilizar o Estádio das Laranjeiras para mandar suas partidas. A última volta olímpica do Tricolor Carioca por lá foi há 27 anos, quando o clube conquistou a Taça Guanabara de 1993. Capitão do time à época, coube ao atacante Ézio carregar a taça e celebrá-la junto aos torcedores.

facebooktwitterreddit