5 craques brasileiros que tiveram quedas abruptas na carreira

Antonio Mota
Maicon viveu grandes momentos no mundo da bola, mas não conseguiu se manter na elite por muito tempo.
Maicon viveu grandes momentos no mundo da bola, mas não conseguiu se manter na elite por muito tempo. / Emilio Andreoli/Getty Images
facebooktwitterreddit

O Brasil é considerado um dos maiores celeiros de jogadores de futebol do mundo. Ao longo da história, o “País do Futebol” revelou milhares de atletas de ponta para o esporte, sendo que alguns, como Casemiro, do Real Madrid, e Neymar, do Paris Saint-Germain, por exemplo, conseguiram ficar muitos anos na elite da bola. E isso prova parte do potencial da academia esportiva do país. Outros, porém, apesar do enorme talento, não conseguiram se manter em alta por muito tempo. A seguir, veja 5 estrelas do Brasil que tiveram quedas abruptas na carreira.

1. Adriano

Zlatan Ibrahimovic, Adriano Flamengo Inter Milão
Adriano poderia ter ido além? O Imperador era muito bom. / Claudio Villa/Getty Images

Formado no Flamengo, Adriano deixou o Brasil para se tornar “Imperador” na Europa. Veloz, forte e letal, o atacante viveu momentos fantásticos dentro dos gramados, mas, por inúmeras questões, não conseguiu ficar muito tempo no mais alto patamar do esporte.

Uma pena para todos que apreciavam o futebol da Cria do Fla.

2. Maicon

Sisenando Maicon Douglas Internazionale
Maicon sentiu muito o baque da Copa do Mundo de 2014. / Massimo Cebrelli/Getty Images

Lembra dele? Maicon despontou para o futebol no Cruzeiro e de lá saltou para clubes populares do Velho Continente, como Monaco, Inter de Milão e Manchester City. Porém, nos últimos anos, o lateral-direito começou a cair de desempenho e passou a rodar por equipes de menor expressão de dentro e fora do Brasil. Hoje, por exemplo, o medalhão de 40 anos atua no modesto Tre Penne, de San Marino.

3. Cicinho

Cicinho Real Madrid
Cicinho chegou ao Real Madrid, mas não durou por lá. / Denis Doyle/Getty Images

Outro lateral-direito do Brasil que chegou ao topo do mundo da bola, mas que não conseguiu se manter por lá foi Cicinho. Ex-Atlético-MG, Botafogo, São Paulo e outros clubes, o brasileiro defendeu até o Real Madrid. Porém, após vários imbróglios, o lateral acabou saindo dos holofotes e tendo que correr em praças menos populares do esporte. Ele se aposentou no Brasiliense.

4. Luís Fabiano

Luis Fabiano
Lembra dele? O Fabuloso era cruel. / Clive Rose/Getty Images

Luís Fabiano, ou o “Fabuloso”, despontou muito bem no Brasil no final dos anos 1990. À época, o atacante era visto como um camisa 9 para ficar muitas temporadas na Seleção Brasileira e na elite da bola, mas isso não aconteceu – ou não aconteceu no nível projetado. Polêmico e com problemas físicos, ele foi se afastando dos grandes holofotes do esporte.

5. Robinho

Robinho Real Madrid
Robinho é uma das grandes decepções da história do Real Madrid. / Jasper Juinen/Getty Images

Robinho foi do céu ao inferno no mundo da bola. Grande promessa do Santos, chamado até de “Novo Pelé”, o Rei das Pedaladas explodiu no Peixe e logo apareceu no radar dos grandes clubes da Europa. Assim, com pouca idade e muito potencial, o atacante foi para o Real Madrid, onde não se encaixou e decepcionou. Em seguida, ele ainda passou por Manchester City, Milan e outros clubes, mas nada próximo do nível imaginado para ele...

facebooktwitterreddit