Opinião

5 clubes europeus que estão decepcionando neste mercado de transferências

Nathália Almeida
Bayern anunciou apenas um reforço até o momento
Bayern anunciou apenas um reforço até o momento / Alexandra Beier/Getty Images
facebooktwitterreddit

Em comparação com os anos anteriores, a atual janela de verão tem sido bastante parada, com poucas potências do futebol europeu assumindo status de protagonistas no mercado. Até aqui, PSG, Manchester United e Barcelona são os grandes vitoriosos do período de contratações, assegurando reforços de qualidade que tendem a mudar as perspectivas sobre os respectivos times.

Hoje, no entanto, falaremos de quem está deixando (e muito!) a desejar: confira os 5 clubes do Velho Continente que deveriam ser mais arrojados no mercado de transferências.


1. Juventus

Manuel Locatelli
Juventus segue sem conseguir fechar negócio por Locatelli / Claudio Villa/Getty Images

Depois de nove anos seguidos vencendo o Scudetto, a Juventus se viu destronada na Itália e mais uma vez batida precocemente no torneio que virou sua obsessão, a Champions League.

Por ter comprometido parte importante de suas finanças com a chegada do astro Cristiano Ronaldo, o clube de Turim calcula de forma minuciosa os seus passos. Tão minuciosa que, até o momento, não trouxe ninguém.

Manuel Locatelli, jovem volante do Sassuolo, e Miralem Pjanic, meia do Barcelona, são os principais alvos da Velha Senhora. Mas nenhuma das duas tratativas está em estágio avançado.

2. Inter de Milão

Roberto Gagliardini
Inter não conseguiu se reforçar / Nicolò Campo/Getty Images

Quando um clube conquista um título de peso, muitos imaginam que os investimentos na temporada seguinte vão aumentar, afinal de contas, a conquista inspira e traz metas ainda mais ambiciosas.

Mas o que está acontecendo com a Inter de Milão é o exato oposto: o aporte da parceria diminuiu, e o clube tem se posicionado mais como vendedor do que comprador nesta janela.

Romelu Lukaku, alvo do Chelsea, e Lautaro Martínez, na mira do Arsenal, podem deixar o clube.

3. Bayern de Munique

Julian Nagelsmann
Nagelsmann é o novo treinador do Bayern / Christian Kaspar-Bartke/Getty Images

O Bayern de Munique está entre os clubes mais saudáveis financeiramente do futebol mundial mas, ainda assim, costuma ser "osso duro de roer" em negociações. Além da política de austeridade salarial, o gigante alemão não é entusiasta das transferências que movimentam três dígitos de cifras.

Como o mercado do futebol está cada vez mais inflacionado, o Gigante da Baviera acaba por não ser um grande protagonista nos mercados. No atual, no entanto, vem passando quase despercebido: apenas o zagueiro Dayot Upamecano se destaca entre os recém-chegados.

4. Liverpool

Jurgen Klopp
Klopp só recebeu um grande jogador até o momento / Sebastian Frej/MB Media/Getty Images

Para o Liverpool, o fato de não ter perdido nenhuma de suas grandes estrelas é um ponto positivo, afinal, muitas fontes da imprensa local viam Mohamed Salah insatisfeito em Anfield. Contudo, para voltar a competir com o Manchester City pelo título inglês, precisará aumentar o sarrafo.

A chegada do zagueiro Ibrahima Konaté amplia o leque de opções de Klopp para o sistema defensivo, mas ainda é pouco. Um meia de qualidade para preencher a vaga deixada por Wijnaldum deve ser a prioridade absoluta do gigante vermelho.

5. Milan

Mike Maignan
Maignan é o novo titular do Milan / Claudio Villa/Getty Images

O Milan está de volta à Champions League, e este retorno ao maior torneio do continente deveria implicar em um mercado mais arrojado do gigante rubro-negro. Até o momento, no entanto, contratações pontuais apenas para preencher lacunas: Mike Maignan no lugar de Donnarumma, Olivier Giroud na vaga de Mandzukic. A saída de Hakan Çalhanoglu ainda não foi reposta, ou seja, o setor de meio-campo precisa muito de um novo 10.

facebooktwitterreddit