Futebol brasileiro

5 clubes brasileiros que sonharam com a Libertadores e, no ano seguinte, foram rebaixados no Brasileirão

Fabio Utz
Corinthians, em 2006, caiu para o River no torneio continental
Corinthians, em 2006, caiu para o River no torneio continental / MAURICIO LIMA/GettyImages
facebooktwitterreddit

Por vezes, se está muito perto da glória e, do nada, vem uma queda brusca até o abismo. Há, na história, casos de times que viveram a esperança de ganhar uma Libertadores para, logo em seguida, caírem para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro. Vamos relembrar?

1. Grêmio - 2003/2004

Grêmio Libertadores 2003 Eliminação Medellín
Tricolor caiu na Libertadores de 2003 para o Independiente Medellín / JEFFERSON BERNARDES/GettyImages

O Grêmio tinha um time, em 2003, que dava aos torcedores a ideia de que, sim, era possível conquistar a Libertadores. A contratação do centroavante Christian, por exemplo, foi um exemplo do quanto o clube pensou alto no seu centenário. No entanto, o ambiente interno, aos poucos, se corroeu. O Tricolor acabou eliminados nas quartas de final pelo Independiente Medellín e, por pouco, não foi rebaixado no Campeonato Brasileiro daquele mesmo ano. Em 2004, porém, o castigo viria à galope. Erros acumulados dentro e fora das quatro linhas culminaram na queda à segunda divisão.

2. Internacional - 2015/2016

Internacional Tigres Eliminação Libertadores 2015
Queda para o Tigres em 2015 foi o início do calvário colorado / Mario Ocampo/GettyImages

O Colorado montou um super time em 2015. Contratou nomes como Réver, Anderson, Lisandro López entre outros. Sob o comando de Diego Aguirre, chegou até a semifinal da Libertadores. Porém, a eliminação para o Tigres (derrota por 3 a 1, depois de ter vencido por 2 a 1 em Porto Alegre) foi o ponto de partida para entrar em um verdadeiro precipício. Com a frase "time grande não cai", o então presidente Vitorio Piffero tinha a convicção de que conseguiria manter o clube no auge. Pois veio 2016 e foi impossível evitar a queda para a segunda divisão nacional. Aquela gestão é alvo de ação do Ministério Público gaúcho por conta de lavagem de dinheiro.

3. Palmeiras - 2001/2002

Palmeiras Libertadores Boca Juniors 2001 Eliminação
Verdão caiu nos pênaltis para o Boca na Libertadores de 2001 / VANDERLEI ALMEIDA/GettyImages

O Palmeiras vinha em um momento iluminado. Campeão em 1999 e vice em 2000, o time chegou até a semifinal da Libertadores de 2001, sendo eliminado nos pênaltis pelo Boca Juniors. Pois aquele seria o último grande momento de uma era. A partir de então, o Verdão começou a degringolar, tanto que em 2002 não resistiu a uma má campanha no Brasileirão e acabou rebaixado pela primeira vez na sua história.

4. Corinthians 2006/2007

Carlos Tevez Corinthians River Plate Libertadores 2006
Corinthians sucumbiu diante do River em 2006 / MAURICIO LIMA/GettyImages

Embalado pela conquista do Brasileirão de 2005, o Corinthians entrou na Libertadores de 2006 sonhando alto. Pois não passou das oitavas de final, tomando 6 a 3 do River Plate no agregado. Obviamente, a revolta foi grande, e a tão badalada era MSI começou a ruir a ponto de levar o Timão ao caos no ano seguinte. O rebaixamento no Brasileirão foi apenas uma consequência disso tudo.

5. Cruzeiro - 2018/2019

Cristian Pavon Abila Cruzeiro Boca Juniors Libertadores 2018
Boca não de chances ao Cruzeiro na Libertadores de 2018 / Pedro Vilela/GettyImages

O Cruzeiro vivia um momento de êxtase. Investimento a mil, estrelas etc. Pois o campeão da Copa do Brasil de 2017 tomou o primeiro baque na Libertadores do ano seguinte, sendo eliminado pelo Boca Juniors nas oitavas de final. Mesmo que viesse a ganhar mais uma Copa do Brasil naquele ano, a desorganização, os gastos desenfreados e até casos de corrupção precisavam de um final. Em 2019, a Raposa caiu novamente nas oitavas da Libertadores, dessa vez para o River Plate, e chegaria ao abismo da segunda divisão no término da temporada.

facebooktwitterreddit