Brasileirao Série A

4 jovens do Palmeiras que foram decisivos na vitória sobre o Cuiabá

Bia Palumbo
Gabriel Veron participou de quatro jogos na campanha vitoriosa da Libertadores
Gabriel Veron participou de quatro jogos na campanha vitoriosa da Libertadores / Buda Mendes/GettyImages
facebooktwitterreddit

Campeão da Libertadores no último final de semana, o Palmeiras deu férias aos titulares e escalou um time formado basicamente por jogadores das categorias de base para enfrentar o Cuiabá na última terça-feira (30) pelo Brasileirão. Nem o técnico Abel Ferreira viajou para o Mato Grosso - foi substituído pelo auxiliar João Martins - mas certamente gostou do que viu na Arena Pantanal.

Além da vitória por 3 a 1, jogadores oriundos das categorias de base e outros reservas encararam a partida como uma oportunidade para ganhar experiência e, quem sabe, cavar espaço para estar na lista do Mundial de Clubes.

1. Gabriel Silva

Sem jogar pelos profissionais desde o Campeonato Paulista, marcou 23 gols em 25 jogos pelo time sub-20 desde então e voltou ao time principal com bola na rede. Contra o Cuiabá precisou de apenas 3 minutos para abrir o placar em lance de velocidade após bom lançamento de Michel. Ele ainda driblou o goleiro Walter antes de rolar para o fundo da rede. Ao longo da partida o camisa 49 deu bastante trabalho à defesa rival e inclusive se envolveu no lance mais polêmico da partida, quando foi empurrado dentro da área pelo lateral João Lucas. A arbitragem deixou seguir e o VAR não interferiu. Atacante de origem, se movimentou inclusive fora da área e foi o jogador do time que mais sofreu faltas (quatro no total).

2. Giovani

Promovido nesta temporada, fez o 12º jogo dele no time profissional e além de balançar a rede ainda provocou um cartão amarelo para o lateral-esquerdo Uendel

3. Gabriel Veron

Dono de uma multa rescisória milionária cujo os valores não foram divulgados mas segundo informações de bastidores as cifras giram em torno de 300 milhões de reais, o atacante correspondeu ao ser acionado e sacramentou a vitória ao marcar o terceiro gol nos acréscimos do segundo tempo, porém na sequência foi expulso porque já tinha um amarelo e tirou a camisa na comemoração.

4. Renan

O defensor de 19 anos já conquistou o técnico Abel Ferreira, tanto que foi titular em 37 dos 41 jogos que disputou até agora. Zagueiro de origem, já atuou como lateral e estava cotado inclusive para jogar a final da Libertadores no último final de semana, porém o técnico optou por um time mais experiente e quando escalou o cria da Academia contra o Cuiabá teve mais um exemplo de que pode contar com o zagueiro a qualquer momento.

facebooktwitterreddit