Futebol brasileiro

4 Gre-Nais que deram novo rumo à história de Grêmio ou Internacional

Fabio Utz
Dupla volta a se enfrentar nesta quarta-feira, pelo Gauchão
Dupla volta a se enfrentar nesta quarta-feira, pelo Gauchão / Silvio Avila/GettyImages
facebooktwitterreddit

Depois de fracassarem na Copa do Brasil, o clássico Gre-Nal da próxima quarta-feira, no Beira-Rio, surge como uma oportunidade para Grêmio e Internacional darem um novo rumo ao seu futebol. O maior clássico gaúcho, sim, tem a capacidade de revigorar um clube e dar a ele um novo e até impensável destino. Por outro lado, derrotas podem levar a caminhos obscuros. Relembre quatro clássicos nos quais este poder esteve latente.

1. Internacional 1 x 0 Grêmio - 1997

O Grêmio vinha de dois títulos gaúchos consecutivos e praticamente dominava o futebol nacional - afinal, era o então campeão do Campeonato Brasileiro e da Copa do Brasil. Pois Fabiano, na fria noite de 2 de julho, deu ao Colorado a vitória e o troféu do Estadual - foi uma grande festa no Beira-Rio.. A partir dali, a sequência de conquistas do Tricolor cessou.

2. Internacional 0 x 1 Grêmio - 2003

O Tricolor flertava seriamente com o rebaixamento no Campeonato Brasileiro daquele ano. Porém, o clássico do dia 12 de outubro, em pleno Beira-Rio, serviu como ponto de partida para a recuperação. O gol de Christian selou a vitória azul e garantiu três pontos cruciais para a fuga.

3. Grêmio 1 x 2 Internacional - 2003

O Internacional vinha de uma longa sequência sem vitória em clássico - desde 1999. Pois o primeiro Gre-Nal de 2003 serviu para uma virada de chave, com o Colorado passando a ser protagonista em competições até chegar ao grande ano de sua história (2006). O Tricolor, por sua vez, viveu um período nefasto. No duelo do dia 9 de fevereiro, Luís Mário fez para o Grêmio, mas Vinícius e Daniel Carvalho viraram em pleno Olímpico.

4. Internacional 0 x 1 Grêmio - 2016

O clássico do dia 3 de julho, no Beira-Rio, marcou a trajetória que culminou no inédito rebaixamento do Inter em Campeonatos Brasileiros. A partir do gol de Douglas, se estabeleceu uma longa hegemonia azul, algo que há muito tempo não acontecia. Além da queda de divisão vermelha, os azuis passaram a empilhar títulos.

facebooktwitterreddit