Libertadores Feminina

4 destaques da campanha do Palmeiras, segundo finalista da Libertadores Feminina

Nathália Almeida
Byanca Brasil foi uma das melhores em campo na semifinal
Byanca Brasil foi uma das melhores em campo na semifinal / Hector Vivas/GettyImages
facebooktwitterreddit

Maior e mais forte mercado do futebol feminino sul-americano, o Brasil está representado em mais uma final de Libertadores Feminina. Neste ano, o Palmeiras é o nosso país na grande decisão, vaga conquistada com muito suor após vitória por 1 a 0 sobre o America de Cali, na noite desta quarta-feira (26).

No gancho da comemorada classificação alviverde, elencamos as 4 jogadoras do Palmeiras que mais vêm se destacando na atual edição da Libertadores Feminina.


4. Poliana

Os anos vestindo a camisa do arquirrival Corinthians fizeram com que parte da torcida alviverde recebesse a experiente defensora com desconfiança, mas nada que Poliana não fosse capaz de driblar. Muito confiável e sólida, elevou muito o nível do sistema defensivo das Palestrinas e faz ótima competição.

3. Bruna Calderan

A lateral fez um jogo aquém na semifinal contra o Cali, demonstrando nervosismo em alguns lances, mas é um dos principais expoentes do sucesso ofensivo desta equipe. Soma dois gols e três assistências no torneio, portanto, não podemos explicar o prolífico ataque alviverde sem mencioná-la.

2. Bia Zaneratto

Lutadora, incansável e muito incômoda às zagueiras adversárias. Bia Zaneratto vem cumprindo um papel técnico e tático fundamental nesta equipe, por vezes buscando o jogo no meio-campo para ajudar na construção. Afastá-la da grande área, onde é letal, é uma decisão arrojada do técnico Ricardo Belli, mas a Imperatriz vem dando conta.

1. Byanca Brasil

O grande nome do Palmeiras na Libertadores Feminina, até o momento, é Byanca Brasil. Muito técnica e inteligente, a atacante deu uma assistência primorosa para o gol de Ary Borges contra o America de Cali e chegou à quinta participação para tentos alviverdes na edição. É muito influente na produtividade e no ritmo do sistema ofensivo da equipe.

facebooktwitterreddit