Futebol brasileiro

4 armas do São Paulo para manter a vantagem construída na decisão do Campeonato Paulista e ficar com o título

Lucas Humberto
Esbanjando confiança, São Paulo tenta emplacar outro bom resultado para garantir o bicampeonato consecutivo do Paulistão
Esbanjando confiança, São Paulo tenta emplacar outro bom resultado para garantir o bicampeonato consecutivo do Paulistão / Ricardo Moreira/GettyImages
facebooktwitterreddit

Com uma atuação de gala diante de 60 mil torcedores no Morumbi, o São Paulo venceu o Palmeiras por 3 a 1, em partida de ida da decisão do Campeonato Paulista. A gigantesca vantagem aproximou os tricolores do bicampeonato estadual consecutivo. Mas nada está garantido.

Neste domingo (03), Rogério Ceni e seus comandados enfrentarão a pressão da torcida alviverde, a estratégia de Abel Ferreira e, claro, a voracidade de um grupo acostumado a ganhar títulos. A sorte do ídolo e treinador são-paulino é que ele tem algumas armas poderosas. Abaixo, listamos quatro.

1. Confiança nas alturas

Recordes têm marcado a reta final de Paulistão do São Paulo. A presença de 60 mil pessoas no Morumbi deixa uma mensagem clara: a torcida está em plena sintonia com seu clube do coração. Rogério Ceni vive mais um momento singular em sua vasta e vitoriosa história defendendo o escudo são-paulino. Virou rotina...

2. Bom momento das principais peças

Weverton Rodrigo Nestor São Paulo Campeonato Paulista Palmeiras
Nestor vive grande fase neste início de temporada / Alexandre Schneider/GettyImages

A goleada diante do qualificado e experiente plantel alviverde só se concretizou pelo bom momento individual e coletivo das peças. Rodrigo Nestor na construção, Pablo Maia ocupando todos os espaços necessários, Jonathan Calleri brilhante, Rafinha imprescindível, Eder vital... a boa fase tricolor tem vários nomes e sobrenomes.

3. Pressão do lado adversário

Rony Marquinhos São Paulo Palmeiras Campeonato Paulista
Pressão por resultados será do Palmeiras / Alexandre Schneider/GettyImages

Quem estará atuando dentro dos seus próprios domínios e precisando tirar uma vantagem gigantesca não será o São Paulo. Claro, nenhum torcedor vai querer perder a taça depois dos feitos no confronto inicial, mas fato é que a pressão estará toda do lado alviverde. Ceni só precisa concentrar em fazer seu jogo.

4. A própria vantagem

Rogério Ceni São Paulo Palmeiras Campeonato Paulista
Vantagem construída é a principal arma de Ceni / Alexandre Schneider/GettyImages

Não há arma maior do que atuar sabendo que o adversário precisa vencer por dois gols de diferença e, ainda assim, levará a decisão aos pênaltis. Ninguém duvida da qualidade singular de um grupo bicampeão consecutivo da Libertadores mas, neste caso específico, parece complicado imaginar racionalmente um cenário de remontada.


Palmeiras e São Paulo se enfrentam neste domingo (03), às 16h de Brasília, no Allianz Parque. A partida decide quem leva para casa a taça do Paulistão 2022.

facebooktwitterreddit