Premier League

3 personagens que mudaram a história do clássico entre Liverpool e Everton

Nathália Almeida
Origi teve mais um dia de herói com a camisa vermelha
Origi teve mais um dia de herói com a camisa vermelha / PAUL ELLIS/GettyImages
facebooktwitterreddit

Após o último encontro entre Liverpool e Manchester City, Pep Guardiola declarou que sua equipe precisará vencer todos os jogos até o encerramento da Premier League para conquistar a taça, pois seu arquirrival direto fará 100% de aproveitamento em seus seis compromissos restantes.

A declaração, que escancara o respeito do treinador catalão pelos Reds e seu comandante, Jürgen Klopp, começou a ser "confirmada" neste domingo (24), quando a equipe de Anfield venceu um jogo duríssimo contra seu maior adversário local: o Everton. Foi um Merseyside Derby muito desafiador ao Liverpool mas, ainda assim, o atual vice-líder do torneio nacional conseguiu encontrar saídas para deixar o gramado com os 3 pontos.

A seguir, elencamos os 3 personagens que mudaram a história do clássico entre Liverpool e Everton, vencido pelos Reds por 2 a 0, neste domingo.


3. Luis Díaz

Luis Díaz
Luis Díaz encaixou perfeitamente com a camisa vermelha / Visionhaus/GettyImages

O ponta colombiano começou a partida no banco de reservas em virtude da sequência desgastante de jogos como titular nas últimas semanas. No entanto, precisou ser acionado na segunda etapa - quando o clássico ainda estava empatado em 0 a 0 -, e voltou a corresponder. Deu uma assistência e criou problemas para a defesa dos Toffees.

2. Divock Origi

Divock Origi, Mohamed Salah
Origi foi, novamente, um amuleto valioso ao Liverpool / Clive Brunskill/GettyImages

Também promovido a campo no decorrer do segundo tempo, Divock Origi foi, uma vez mais, um valioso amuleto para o Liverpool em um jogo pesado. Participou diretamente da construção da jogada do primeiro gol vermelho e anotou o segundo, ou seja, teve envolvimento direto nos dois tentos dos Reds no clássico. Foi o "fator X" do time da casa dentro das quatro linhas.

1. Jürgen Klopp

Juergen Klopp
Klopp segue nas graças de Anfield / Clive Brunskill/GettyImages

O maior personagem deste importantíssimo clássico para o Liverpool foi, sem dúvida, o seu adorado e vitorioso comandante: como não elegê-lo, se suas duas alterações no princípio da etapa final mudaram totalmente o curso do confronto? Provou, novamente, que tem o grupo nas mãos e que lê o jogo como poucos. É um gigante contemporâneo deste esporte.

facebooktwitterreddit