3 coisas que o São Paulo precisa melhorar até a volta da Libertadores

Nathália Almeida
Sao Paulo v LDU - Copa CONMEBOL Libertadores 2020
Sao Paulo v LDU - Copa CONMEBOL Libertadores 2020 / Alexandre Schneider/Getty Images
facebooktwitterreddit

Com uma vitória e uma derrota em dois jogos disputados antes da paralisação do futebol, o São Paulo já começa a projetar como será sua reestreia pela Conmebol Libertadores, maior e mais importante competição de seu calendário em 2020. No próximo dia 17 de setembro, o Soberano terá pela frente o poderoso River Plate, atual vice-campeão e uma das principais potências do futebol sul-americano na atualidade.

Pensando neste confronto diante do gigante argentino e demais compromissos, levantamos quais são os pontos que o Tricolor Paulista precisa evoluir/trabalhar nos próximos dias até o recomeço da competição. Confira:


1. Ajuste defensivo

2020 Brasileirao Series A: Sao Paulo v Fluminense Play Behind Closed Doors Amidst the Coronavirus
2020 Brasileirao Series A: Sao Paulo v Fluminense Play Behind Closed Doors Amidst the Coronavirus / Alexandre Schneider/Getty Images

Fernando Diniz tomou uma decisão arrojada 'barrando' veteranos como Juanfran, Bruno Alves e Arboleda e investido em uma linha defensiva recheada de jovens: Igor Vinícius, Diego Costa e Léo têm sido os titulares ao lado de Reinaldo. Apesar desta formação se mostrar promissora - com o jovem zagueiro Diego despontando como grata surpresa -, o Soberano vem de uma sequência de quatro partidas sofrendo ao menos um gol. Tchê Tchê tem estado sobrecarregado na contenção e isso influencia diretamente na exposição/fragilidade da última linha são-paulina.


2. Baixa produtividade do 'meio-campo criativo'

2020 Brasileirao Series A: Atletico Mineiro v Sao Paulo Play Behind Closed Doors Amidst the
2020 Brasileirao Series A: Atletico Mineiro v Sao Paulo Play Behind Closed Doors Amidst the / Pedro Vilela/Getty Images

Desde que perdeu Daniel Alves, seu camisa 10 e titular absoluto, Fernando Diniz tem promovido inúmeros testes em busca de um 'armador principal' para seu meio-campo. Igor Gomes e Gabriel Sara têm alternado na posição, mas ambos vivem má fase técnica e não convenceram a comissão técnica, muito menos o torcedor. O dilema que o setor encara acaba pressionando o trio de ataque tricolor, especialmente os pontas.


3. Lesões, muitas lesões...

2020 Brasileirao Series A: Atletico Mineiro v Sao Paulo Play Behind Closed Doors Amidst the
2020 Brasileirao Series A: Atletico Mineiro v Sao Paulo Play Behind Closed Doors Amidst the / Pedro Vilela/Getty Images

Este é um 'ponto nevrálgico' que muitos torcedores podem alegar fugir completamente do domínio do clube, mas o fato é que o São Paulo tem sido, ano após ano, um dos times mais acometidos por lesões em seu plantel profissional. Isso foi a tônica do Tricolor em 2019 e volta a se repetir em 2020. Neste exato momento, Fernando Diniz não pode contar com Daniel Alves, Pablo, Liziero, Walce e Rojas. Conseguir manter seu elenco saudável é fundamental para prosperar na Libertadores, uma competição desafiadora pelas longas viagens, logística e gramados ruins pelo continente afora.


facebooktwitterreddit