Corinthians

3 alternativas para Sylvinho substituir Fagner no Majestoso

Lucas Humberto
Ídolo do Corinthians, Fagner cumpre suspensão automática no clássico
Ídolo do Corinthians, Fagner cumpre suspensão automática no clássico / Miguel Schincariol/GettyImages
facebooktwitterreddit

Nunca é boa hora para ser suspenso. Mas, alguns momentos simplesmente são piores que os outros. Na noite desta quarta-feira (13), Fagner estava pendurado e recebeu o terceiro cartão amarelo na vitória do Corinthians diante do Fluminense, por 1 a 0, pela 26ª rodada do Brasileirão 2021.

Titular absoluto na lateral-direito do Timão, o camisa 23 desfalca o alvinegro justamente na segunda-feira (17), quando o time vai ao Morumbi enfrentar o São Paulo. Diante da ausência, elencamos três possibilidades para Sylvinho armar seu plantel no Majestoso.

1. Improvisar Du Queiroz

Embora seja volante de ofício, Du Queiroz já substitui Fagner em outras ocasiões. Tudo indica que essa será novamente a escolha de Sylvinho. Em coletiva, o técnico falou sobre a possibilidade de improvisá-lo na defesa. "Ele tem base, já atou muito bem em dois jogos difíceis, contra Athletico-PR e Grêmio. Sabemos que a base dele foi feita ali e que pode também ser escalado no meio de campo. Já tivemos um mundo de atletas que foram assim".

2. João Pedro

Contratado para ser substituto imediato de Fagner, João Pedro sequer apareceu em alguma relação na atual temporada. Ele não disputa partidas oficiais desde abril, quando defendia as cores do Bahia, também emprestado pelo Porto.

"João Pedro é um atleta de alto nível. Nós temos trabalhado ele para entrar em boa condição dentro do grupo e do elenco", comentou Sylvinho. "Ele vem de um período inativo importante, então estamos indo com bastante calma", completou. A expectativa da Fiel é que o jogador seja relacionado.

3. Esquema tático com três zagueiros

Sylvinho Corinthians Du Queiroz Vagner Mancini João Pedro
Laterais têm pouca mobilidade ofensiva no sistema de Sylvinho / Alexandre Schneider/GettyImages

Alternativa menos óbvia e, portanto pouco provável, Sylvinho também tem a opção de fazer alterações drásticas no esquema tático, dispondo de uma formação com três zagueiros. Essa característica de jogo geralmente permite que jogadores de lado tenham movimentação mais ofensiva.

Atributo esse que tem sido amplamente cobrado pela torcida nos últimos jogos, uma vez que os laterais corinthianos normalmente ficam presos na defesa. Vagner Mancini conseguiu resultados interessantes lançando mão desse sistema.

facebooktwitterreddit