Como já foi publicado em outras ocasiões, sabe-se que a diretoria corinthiana está negociando os naming rights da arena e está muito próxima de fechar um acordo. Segundo Andrés Sanchez, diretor do clube, a 'nomeação' do estádio demorou por que parte da imprensa chama o local de Itaquerão e outros apelidos. Para evitar isso, uma campanha deverá ser feita para os torcedores chamarem a arena com o nome da empresa que comprou os direitos.


Além da doutrinação dos torcedores, a Globo também deverá aceitar chamar a arena pelo nome do comprador dos naming rights em suas transmissões e divulgação de notícias. O fato chegou aos ouvidos do Palmeiras e da WTorre, causando revolta. Desde a inauguração do Allianz Parque, em novembro do ano passado, a emissora se refere ao estádio alviverde como "Arena Palmeiras". O fato já causou diversos problemas internos e até algumas discussões ásperas.


Se o acordo entre Globo e Corinthians for confirmado, membros da WTorre e da diretoria do Alviverde vão propor uma reunião para resolver o assunto. A ideia é que a arena palmeirense receba o mesmo tratamento do estádio corintiano. 


Quer entender melhor os Naming Rights no Brasil? Clique ​aqui.