Copa do Mundo 2022

21 de junho nos Mundiais: o dia em que Ronaldinho Gaúcho frustrou a Inglaterra com um gol antológico

Nathália Almeida
Ronaldinho, ainda garoto, anotou um gol de placa em Fukuroi, no Japão
Ronaldinho, ainda garoto, anotou um gol de placa em Fukuroi, no Japão / Ross Kinnaird/GettyImages
facebooktwitterreddit

Dando sequência à série "esse dia na história das Copas do Mundo" - aquecimento para o Mundial do Catar, que acontece em novembro deste ano -, reviveremos, nesta terça (21), um gol que certamente está marcado na memória dos torcedores brasileiros e de todos que amam o "jogo bonito".

Grande expoente do futebol arte, Ronaldinho Gaúcho se eternizou na história dos Mundiais em um dia 21 de junho. Há exatos 20 anos, o jovem meia anotava um dos gols mais belos e improváveis de todos os tempos em Copas do Mundo, surpreendendo David Seamus, goleiro titular da Inglaterra, com uma certeira cobrança de falta da ponta direita da intermediária. Relembre o lance:

Ainda vestindo a camisa 11 - tendo em vista que a pesada 10 pertencia à Rivaldo, outro craque da Seleção Brasileira -, Ronaldinho dava, naquele momento, mais um sinal de que era especial e muito diferenciado. Era o gol da vitória, de virada, em um confronto valendo vaga nas semifinais da Copa, o maior palco possível quando falamos de futebol. Era o presságio do que viria a seguir, no curto e no médio prazo: a Canarinho, de Gaúcho, conquistaria o mundo na Coreia/Japão. E o garoto do decisivo gol de falta contra a Inglaterra, anos depois, atingiria o status de melhor jogador do mundo com a camisa do Barcelona.

facebooktwitterreddit