Listas

11 jogadores que atuaram por São Paulo e Santos e você não lembrava

Bia Palumbo
Ricardo Oliveira integra seleto grupo de jogadores campeões por ambos os clubes
Ricardo Oliveira integra seleto grupo de jogadores campeões por ambos os clubes / Alexandre Schneider/GettyImages
facebooktwitterreddit

Disputado desde 1930, o clássico San-São terá novo capítulo nesta segunda-feira (2), no Morumbi, no encerramento da 4ª rodada do Brasileirão 2022. Os clubes já se enfrentaram em 2022 - Eder, Rodrigo Nestor e Eduardo Bauermann (contra) balançaram as redes naquele 3 a 0 disputado em fevereiro na Vila Belmiro.

Para comemorar mais um duelo tradicional do futebol brasileiro o 90min preparou um especial com jogadores que atuaram por São Paulo e Santos ao longo da história. Confira:

1. Roger

Ex-goleiro que foi um dos reservas de Rogério Ceni esteve no Morumbi em duas passagens, a primeira no final da década de 90 e a outra entre 2001 e e 2005, acumulando quatro títulos - Libertadores (2005), Rio-São Paulo (2001), Supercampeonato Paulista (2002) e Paulista (1998). Revelado no Flamengo, também jogou na Portuguesa em 2000 e pouco antes de pendurar as luvas fez cinco partidas pelo Santos entre 2006 e 2007.

2. Bruno Peres

Lateral-direito que foi campeão turco em 2022 começou no Osasco Audax, mas se destacou no Guarani, onde chamou a atenção do Santos, que o contratou em 2012. Ao todo são 69 jogos e quatro gols, conquistando a Recopa Sul-Americana (2012). Ele foi vendido ao Torino e se transferiu para a Roma antes de retornar ao país natal justamente em julho de 2018, mas jamais conseguiu se firmar no São Paulo e saiu após 26 jogos.

3. Fabão

Revelado no Bahia, atuou no Flamengo e foi contratado a pedido de Cuca após se destacar no Goiás no Brasileirão 2003. O defensor desembarcou na capital paulista no ano seguinte e virou titular absoluto da geração que sagrou-se campeã do Estadual, Libertadores e Mundial (2005), além do Brasileiro (2006). Ao todo marcou 14 gols em 170 partidas. Entre 2008/09, vestiu a camisa do Peixe em 66 jogos. O zagueiro ainda construiu uma carreira internacional no Betis (Espanha), Henan Jianye (China) e Kashima Antlers (Japão).

4. Bruno Uvini

Zagueiro revelado nas categorias de base do Tricolor ficou no clube até 2011, quando foi negociado com o futebol europeu. Ele possui no currículo uma medalha olímpica - prata em Londres 2012 - e disputou 14 partidas pelo Alvinegro Praiano em 2014, emprestado pelo Napoli. Ele estava no FC Tokyo (Japão) até janeiro deste ano, quando encerrou o contrato, e desde então está sem clube.

5. Maldonado

Cria do Colo-Colo, o chileno deixou o país natal em 2000 para atuar no time do Morumbi, foi campeão paulista logo de cara e depois rodou por quatro clubes brasileiros, dentre eles o Santos (85 jogos, participando da campanha do bicampeonato estadual em 2006/07). Ainda teve passagem pelo Fenerbahçe (Turquia).

6. Juan

Lateral-esquerdo que também vestiu as camisas da dupla Fla-Flu é outro nome presente na história do São Paulo, onde deu os primeiros passos como profissional, naquela geração que tinha Julio Baptista e Kaká.
Ao todo foram quatro gols em 69 vezes que entrou em campo pelo Tricolor. Ele foi vendido para o Arsenal, porém retornou ao Morumbi em 2011 e ficou até 2013. Neste período foi emprestado por um ano para o Santos, onde fez dois gols em 42 partidas em 2012. Depois ele rodou pelo país atuando no Avaí, Boavista, onde se aposentou, Coritiba, CSA, Goiás, Tombense e Vitória.

7. Ricardo Oliveira

Também chamado de Pastor Artilheiro, o veterano atacante despontou na Portuguesa e rodou por diversas equipes do Brasil e do exterior (Al Jazira e Al Wasl, nos Emirados Árabes, Betis, Milan, Valencia e Zaragoza). O extenso currículo inclui duas passagens por São Paulo (14 gols em 29 jogos, somando 2006 - quando foi campeão brasileiro - e 2010) e duas pelo Santos (173 jogos, 92 gols e 2 títulos estaduais, em 2015 e 2016).

8. César Sampaio

O ex-volante começou a trajetória profissional na Vila Belmiro, onde fez 221 jogos, e pouco antes de pendurar as chuteiras vestiu a camisa tricolor 27 vezes - e marcou um gol - em 2004. Aos 54 anos, ele integra o seleto grupo de atletas que atuaram nos quatro grandes clubes de São Paulo, e também jogou no exterior (Deportivo La Coruña, da Espanha, e times do Japão). O paulista estreou na Seleção Brasileira em 31 de outubro de 1990, partida que marcou a despedida de Pelé, disputou a Copa do Mundo de 1998 - inclusive marcou três gols no torneio - e desde 2019 trabalha como auxiliar técnico de Tite.

9. Dodô

Revelado no São Paulo, o atacante conhecido como "artilheiro dos gols bonitos" também atuou no Peixe, e ainda disputou amistosos pela Seleção Brasileira, marcando contra o Equador. Ele também atuou em outro rival, o Palmeiras, e clubes como Botafogo, Fluminense, Goiás e Portuguesa, além de experiência internacional no Al Ain (Emirados Árabes), Oita Trinita (Japão) e Ulsan (Coréia do Sul). Em 2022 comentou jogos do Campeonato Paulista nas transmissões pelo YouTube.

10. Wesley

Mais um atleta formado na base santista. Autor de 10 gols em 89 jogos, foi campeão paulista e da Copa do Brasil em 2010 junto com Neymar, PH Ganso e cia. Cinco anos depois ele foi para o rival e por lá ficou até agosto de 2017, contabilizando 83 jogos e dois gols. Para que não sabe, o meio-campista segue em atividade: em 2022, disputa a Série B pela Ponte Preta.

11. Ricardinho

O atual comentarista do Grupo Globo passou por ambos os clubes neste século XXI - entre 2002 e 2003 no Tricolor e logo depois foi campeão brasileiro de 2004 no Alvinegro Praiano, onde ficou até 2005. O título veio sob comando de Vanderlei Luxemburgo e aquele time tinha nomes como o lateral-esquerdo Léo, o meio-campista Elano e o atacante Robinho. Ao longo da carreira defendeu outros clubes brasileiros, como Atlético-MG, Corinthians e Paraná Clube, além de passagem pelo futebol europeu (Bordeaux, Middlesbrough e Besiktas), Catar (Al-Rayyan) e Seleção Brasileira, onde integrou elenco pentacampeão mundial em 2002.

facebooktwitterreddit