Listas

10 treinadores que iniciaram carreira na área técnica de seleções nacionais

Vitor Beloti
Scaloni é o atual treinador da Argentina
Scaloni é o atual treinador da Argentina / Buda Mendes/GettyImages
facebooktwitterreddit

Na maioria das vezes, as seleções nacionais possuem treinadores que tenham uma larga experiência, mas em outros casos, mais raros, testemunhamos federações apostando em técnicos de pouca (ou nenhuma rodagem) por clubes profissionais.

Por este motivo, listamos os 10 profissionais que estrearam em suas carreiras como treinadores de seleção.

1. José Néstor Pekerman - Argentina

Jose Pekerman
José Néstor Pekerman estreou pela Seleção Argentina. / Alex Morton/GettyImages

Pekerman tem uma longa carreira como treinador de seleções e equipes nacionais. Sua primeira experiência foi justamente no comando da Seleção Argentina, após a renúncia do técnico Bielsa em 2004.

2. Hagi - Romênia

Gheorghe Hagi
Gheorghe Hagi esteve na Seleção da Romênia. / Soccrates Images/GettyImages

O histórico jogador de futebol romeno continuou a trazer alegria ao seu país após sua aposentadoria como jogador, já que resolveu assumir o comando da seleção em sua primeira experiência no banco de reservas, em 2001. No entanto, não conseguiu se classificar para a Copa do Mundo e foi demitido.

3. Rudi Voller - Alemanha

Rudi Voeller
Rudi Voeller foi vice campeão em 2002. / Pool/GettyImages

O histórico jogador alemão, que já conquistou uma Copa do Mundo, assumiu a Alemanha em 2000 e quase conquistou o Mundial em 2002, mas foi derrotado pelo Brasil na grande decisão.

4. Dunga - Brasil

Dunga
Dunga dirigiu o Brasil na Copa de 2010. / Omar Vega/GettyImages

Dunga fez história em sua seleção como jogador, onde conquistou a Copa do Mundo em 1994. Além disso, o ex-jogador ingressou na Seleção Brasileira como treinador em 2014, após a demissão de Felipão.

5. Van Basten - Holanda

Marco Van Basten
Marco Van Basten estreou pela Holanda. / Soccrates Images/GettyImages

O ex-atacante Van Basten estreou como treinador vestindo a camisa de seu país: a seleção holandesa. Infelizmente ele não conseguiu repetir os mesmos sucessos de sua época como jogador.

6. Scaloni - Argentina

Lionel Scaloni
Lionel Scaloni assumiu a Argentina em 2018. / Marcelo Endelli/GettyImages

O atual técnico da Seleção Argentina começou sua carreira no banco de reservas com a seleção argentina sub-21 e, desde 2018, se tornou o comandante principal da elite. Scaloni alcançou o título da Copa América em 2021.

7. Bengoechea - Peru

Pablo Bengoechea
Pablo Bengoechea foi treinador do Peru em 2014. / Sandro Pereyra/GettyImages

Curiosamente, o ex-atleta uruguaio iniciou sua carreira como treinador liderando a seleção de outro país, e neste caso foi a seleção peruana.

8. Vizuete - Equador

Ecuadorean national football team coach
Sixto Vizuete comandou o Equador. / AFP/GettyImages

Vizuete teve uma carreira humilde fora das quatro linhas, mas trabalhando duro conseguiu ser contratado para as categorias inferiores da seleção equatoriana até que finalmente alcançou o feito de treinar a equipe principal do Equador.

9. Shevchenko - Ucrânia

Andriy Shevchenko
Shevchenko é o atual treinador da Ucrânia. / Jonathan Moscrop/GettyImages

A regra de que um grande jogador se torna um grande treinador nem sempre é seguida, mas Shevchenko está a caminho de se tornar um. Estreou como treinador na Seleção da Ucrânia e conseguiu chegar nas quartas de finais da Eurocopa de 2020. Tem um ótimo futuro pela frente.

10. Roberto Moreno - Espanha

Roberto Moreno
Roberto Moreno treinou a Seleção da Espanha. / Aitor Alcalde Colomer/GettyImages

Roberto Moreno é o atual treinador do Granada, mas, curiosamente, a sua primeira experiência como treinador de elite foi no comando da Seleção da Espanha, apesar de nem ter sido jogador profissional.

O catalão foi o segundo assistente de Luis Enrique, e antes de sua demissão temporária, Roberto assumiu o comando da equipe por um ano.

facebooktwitterreddit