Brasileirao Série A

10 jovens talentos que despontaram ao longo do Brasileirão 2022

Bia Palumbo
Endrick já foi campeão brasileiro logo na estreia como profissional
Endrick já foi campeão brasileiro logo na estreia como profissional / Alexandre Schneider/GettyImages
facebooktwitterreddit

O Brasileirão 2022 acabou, então enquanto a bola não volta a rolar nos gramados brasileiros, o 90min preparou um especial com alguns jogadores jovens que se destacaram ao longo da competição, tendo em vista os que jamais haviam disputado o campeonato.

1. Luizão (São Paulo)

Zagueiro de 20 anos estreou neste ano no time Rogério Ceni, disputou 14 jogos no Brasileirão, sendo 11 como titular, e deve ser negociado em breve, visto que o contrato acaba no fim de janeiro.

2. Robert Renan (Corinthians)

Aos 19 anos, zagueiro com passagem pelas categorias de base da Seleção Brasileira faz a primeira temporada como profissional. Disputou 10 jogos no Brasileirão, todos como titular, se destaca nas antecipações e também por ser rápido, foi elogiado publicamente pelo técnico Vítor Pereira. "Tem um futuro brilhante", segundo o português.

3. Vitão (Internacional)

Aos 22 anos, o atleta formado no Palmeiras foi vendido para a Ucrânia após disputar apenas um jogo como profissional e neste ano voltou ao país natal devido à guerra. Mesmo contratado no meio da temporada, se encaixou rápido e terminou como titular absoluto no time de Mano Menezes. Além da segurança no setor defensivo, também se arriscou na frente e marcou dois gols ao longo dos 31 jogos.

4. Rubens (Atlético-MG)

Polivalente, o jogador de 21 anos formado na base do Galo é meio-campista de origem, mas também correspondeu quando foi escalado na lateral-esquerda, é também o segundo melhor do time em desarmes.

5. Hércules (Fortaleza)

Meio-campista de 22 anos marcou quatro gols no campeonato, um deles que deu a vitória por 2 a 1 sobre o Flamengo em pleno Maracanã ajudou o Leão do Pici a classificar para a Libertadores pelo segundo ano consecutivo, algo inédito entre os times do Nordeste,

6. Victor Hugo (Flamengo)

Aos 18 anos, ele tem contrato até 2027 e neste campeonato foi titular em 17 das 21 partidas que fez, inclusive diante de adversários que terminaram na parte de cima da tabela, como por exemplo quando marcou o gol no empate contra o campeão Palmeiras, fora de casa. Ao todo foram cinco participações em gols, sendo duas bolas na rede e três assistências.

7. Vitor Roque (Athletico-PR)

Mesmo sem ser titular absoluto, o atacante de 17 anos contratado junto ao Cruzeiro foi o vice-artilheiro do Furacão no campeonato, com cinco gols, marcando inclusive um na última rodada, contra o Botafogo, jogo decisivo para garantir a vaga na fase de grupos da Libertadores 2023.

8. Endrick (Palmeiras)

Três gols em sete jogos como profissional da joia alviverde de 16 anos que balançou a rede logo no primeiro jogo como titular. Artilheiro desde as categorias de base, foi o craque da Copinha no início do ano e lançado no time principal apenas na reta final da temporada, seguindo um planejamento traçado pela diretoria em conjunto com a comissão técnica de Abel Ferreira e ainda ergueu a taça de campeão.

9. Jeffinho (Botafogo)

Dois gols e três assistências para o atacante de 22 anos que despontou no Resende durante o Campeonato Carioca, foi contratado pelo Alvinegro de General Severiano e virou xodó da torcida. Habilidoso, pode ser a válvula de escape para o contra-ataque e está entre os cinco maiores dribladores do campeonato.

10. Igor Paixão (Coritiba)

Atacante de 22 anos foi um dos principais nomes do Coxa na competição, com quatro gols e quatro assistências em 18 jogos logo na temporada de estreia dele na Série A, tanto que no meio do ano foi vendido para o Feyenoord (Holanda) como uma das maiores transações da história do atual campeão paranaense.

facebooktwitterreddit