Futebol Internacional

10 jogadores que foram indicados à Bola de Ouro e você não lembrava

Lucas Humberto
De jovem promessa holandesa ao polêmico Balotelli: 10 jogadores que foram indicados à Bola de Ouro e você não lembrava.
De jovem promessa holandesa ao polêmico Balotelli: 10 jogadores que foram indicados à Bola de Ouro e você não lembrava. / Richard Heathcote/GettyImages
facebooktwitterreddit

A France Football elegeu os 30 finalistas da Bola de Ouro 2021 e, como habitual, passou longe de ser unânime, já motivando inclusive algumas acaloradas discussões. Entre favoritos, merecedores do top-3, zebras, ausências injustas e outros, alguns indicados simplesmente caem no esquecimento.

De fato, dificilmente 30 nomes serão lembrados e acompanhados de perto pelos torcedores. No entanto, há casos nos quais o jogador some dos holofotes do futebol. Abaixo, nós listamos 10 jogadores que foram indicados à Bola de Ouro e ninguém se lembra.

10. Donny van de Beek (2019)

Donny van de Beek Ajax Manchester United Bola de Ouro
Holandês fez história no Ajax / Mike Hewitt/GettyImages

Entre os principais nomes daquele Ajax semifinalista da Champions League de 2019, Donny van de Beek teve uma rápida ascensão nos holofotes do futebol mundial. Em 2020, o meio-campista foi contratado pelo Manchester United e, infelizmente, "desapareceu" no banco de Ole Gunnar Solskjær.

9. Dimitri Payet (2016)

Dimitri Payet West Ham Premier League Bola de Ouro Olympique Ligue 1
Atleta foi indicado quando defendia as cores do West Ham / Clive Rose/GettyImages

À época defendendo as cores do West Ham, o meia-atacante hoje no Olympique Marselha teve um desempenho digno de aparecer entre os melhores do mundo. Na ocasião, ele ficou no 17º lugar da lista, muito próximo de Toni Kroos e Luka Modrić, que haviam acabado de vencer a Liga dos Campeões.

8. Rui Patricio (2016)

Rui Patricio Euro 2016 Bola de Ouro Portugal
Rui Patricio brilhou na Euro 2016 / Jean Catuffe/GettyImages

Possivelmente a posição mais esquecida da Bola de Ouro, é raro ver goleiros entre os finalistas da premiação individual. Contudo, em 2016, Rui Patricio foi coroado depois do desempenho crucial na Eurocopa, vencida justamente pela seleção portuguesa. Ele recebeu seis votos e terminou na 12ª colocação.

7. Mario Balotelli (2012)

Mario Balotelli Manchester City Premier League Bola de Ouro Itália
Balotelli tem uma carreira repleta de polêmicas / Laurence Griffiths/GettyImages

Polêmicas à parte, Mario Balotelli tinha status de promessa em 2012, quando estava no Manchester City. Peça importante na conquista da Premier League naquela temporada, o centroavante ainda havia sido convocado para representar a seleção italiana. Infelizmente, ele sumiu cedo demais.

6. Asamoah Gyan (2010)

Asamoah Gyan Bola de Ouro
Gyan teve um auge curto / Laurence Griffiths/GettyImages

Finalista em 2010, Asamoah Gyan esteve à frente de Júlio César, Fábregas, Miroslav Klose, Philipp Lahm e Daniel Alves. No ano seguinte, o centroavante ganês simplesmente desapareceu da lista. Alguns auges realmente duram pouco.

5. Yuri Zhirkov (2008)

Yuri Zhirkov Eurocopa Rússia Bola de Ouro
Zhirkov foi símbolo de um dos melhores times russos da história / PressFocus/MB Media/GettyImages

Marcada pelo triunfo inesquecível da Espanha e início de uma geração multivencedora, a Euro 2008 também nos apresentou um dos melhores times russo da história. Yuri Zhirkov, grande destaque da equipe, ficou em 6º lugar na corrida rumo ao prêmio.

4. Tim Cahill (2006)

Tim Cahill Austrália Copa do Mundo Bola de Ouro
Cahill tem lugar cativo entre os ídolos australianos / Mark Kolbe/GettyImages

Lenda do futebol australiano, é difícil encontrar motivos que justifiquem a indicação do meia-atacante à Bola de Ouro. Talvez tenham sido os dois gols na Copa do Mundo daquele ano, mas ainda assim parece pouco, certo? De qualquer forma, o jogador não recebeu nenhum voto. Parece que nem eles entenderam direito...

3. El Hadji Diouf (2002)

El Hadji Diouf Copa do Mundo Bola de Ouro
El Hadji Diouf está na história do futebol senegalês / Stu Forster/GettyImages

Com lugar cativo na história do futebol senegalês, El Hadji Diouf não apenas conduziu sua seleção ao Mundial inédito como chegou às quartas de final. Eleito jogador do ano em 2001 e 2002, ele ainda foi incluído na Seleção da Copa do Mundo.

2. Junichi Inamoto (2002)

Junichi Inamoto Premier League Arsenal Bola de Ouro Copa do Mundo
Atleta ainda está em atividade / Masashi Hara/GettyImages

Indicado depois do Mundial da Coreia do Sul e do Japão, Junichi Inamoto tinha um trunfo que o credenciavam para figurar na lista: em 2002, o volante havia vencido a Premier League com o Arsenal. Aos 42 anos, ele segue em atividade no SC Sagamihara.

1. Tomáš Rosický (2002)

Tomas Rosicky Borussia Dortmund Bola de Ouro Arsenal
Tcheco está marcado na história do BVB / Stuart Franklin/GettyImages

Por fim, temos o Pequeno Mozart. Apesar de ter desempenhado um papel crucial no Borussia Dortmund e na seleção tcheca, o meia-atacante acabou não recebendo nenhum ponto na votação do Ballon d'Or. De qualquer forma, sua classe digna de orquestra jamais será esquecida pelos aurinegros.

facebooktwitterreddit