10 craques da Seleção Brasileira que mereciam o ouro olímpico, mas não conseguiram

Milena Medeiros
Ronaldo ainda era Ronaldinho quando defendeu o Brasil em Atlanta, 1996
Ronaldo ainda era Ronaldinho quando defendeu o Brasil em Atlanta, 1996 / Clive Brunskill/Getty Images
facebooktwitterreddit

O Brasil é o país do futebol. Maior vencedor de Copas do Mundo, o país é referência quando o assunto é a bola no pé. Nas olimpíadas, no entanto, os brasileiros não tiveram seus melhores momentos. Antes de 2016, com a braçadeira de capitão com o Neymar, o Brasil nunca havia recebido uma medalha de ouro na modalidade nos jogos olímpicos. E, antes de Neymar, inúmeros craques vestiram a amerelinha. Dá para acreditar que nenhum desses conquistou a melhor medalha? Além disso, na seleção feminina, o ouro sequer foi recebido alguma vez.

O 90min relembra 10 craques da seleção que mereciam a tão sonhada condecoração:

1. Marta

Marta
A camisa 10 nunca ganhou o ouro olímpico e nem título de Copa do Mundo. / Zhizhao Wu/Getty Images

O país do futebol parece não ser tão real para as meninas do Brasil. Apesar de ótimas atuações em várias edições, a seleção feminina ainda não recebeu a medalha de ouro das olimpíadas. Marta, eleita a melhor jogadora do mundo pela Fifa em seis ocasiões (2006, 2007, 2008, 2009, 2010 e 2018), conquistou duas medalhas de prata, em Atenas 2004 e Pequim 2008.

2. Ronaldo

Ronaldo of Brazil
Ronaldo fenômeno foi eleito o melhor do mundo pela FIFA em três ocasiões: 1996, 1997 e 2002. / Shaun Botterill/Getty Images

Campeão mundial pelo Brasil em1994 e 2002, o ídolo brasileiro encerrou a carreira com apenas uma medalha de bronze, conquistada em Atlanta, em 1996.

3. Rivaldo

Rivaldo of Brazil running with the ball
Rivaldo também recebeu o Bronze em Atlanta. / Stu Forster/Getty Images

O camisa 10 eleito o melhor do mundo em 1999 e campeão mundial com o Brasil em 2002, estava entre os jogadores que conquistaram a medalha de bronze em Atlanta, nas Olimpíadas de 1996.

4. Romário

Romario
Apesar do segundo lugar conquistado, Romário foi o maior artilheiro da seleção em uma olimpíada: Balançou as redes sete vezes em apenas seis jogos. / STAFF/Getty Images

o Baixinho chegou a final nos jogos olímpicos, mas a seleção acabou perdendo para a União Soviética e ficando com a medalha de prata, nas Olimpíadas de Seul, em 1988.

5. Ronaldinho Gaúcho

Brazilian Ronaldinho Gaucho celebrates a
Ronaldinho apenas garantiu o Bronze, em 2008, em Pequim. / ANTONIO SCORZA/Getty Images

Melhor jogador do mundo em 2004 e 2005, Ronaldinho disputou duas edições dos Jogos Olímpicos: Sidney 2000 e Pequim 2008. A melhor campanha foi a conquista da medalha de bronze em 2008.

6. Formiga

Miraildes Mota
Formiga fez a sua primeira atuação com a camisa do Brasil em 1995, e joga pela seleção até os dias de hoje. / Quality Sport Images/Getty Images

A craque brasileira é a única futebolista a ter participado de 7 edições dos Jogos Olímpicos. Foi vice campeã em duas ocasiões: Atenas 2004 e Pequim 2008.

7. Kaká

Kaka
Kaká integrava a equipe campeã mundial de 2002. / Alex Livesey/Getty Images

O último jogador brasileiro a receber a honra de ser o melhor do mundo, Kaká não disputou os jogos olímpicos pelo Brasil. Em 2004, ocasião na qual o jogador teve a oportunidade de participar, o Milan não concedeu a liberação do brasileiro e a seleção foi eliminada nos torneios pré-olímpicos.

8. Bebeto

SPAIN V SWITZERLAND
Bebeto foi campeão da Copa do Mundo de 1994. / Shaun Botterill/Getty Images

Maior artilheiro da seleção em olimpíadas, com 8 gols em 12 jogos, Bebeto conquistou medalhas de prata, em Seoul 1988, e bronze, em Atlanta 1996.

9. Roberto Carlos

Roberto Carlos
Roberto Carlos era titular absoluto na lateral na conquista da Copa do Mundo de 2002. / Laurence Griffiths/Getty Images

Segundo jogador que mais vezes vestiu a camisa do Brasil, Roberto Carlos, ganhou apenas a medalha de bronze nas olimpíadas, conquistada nos jogos Atlanta, em 1996.

10. Taffarel

CUP-FR98-BRA-FRA-TAFFAREL
Taffarel ganhou o ouro nos jogos PanAmericanos. / PEDRO UGARTE/Getty Images

Fechando o gol contra a Alemanha ao defender três pênaltis nas Olimpíadas de Seoul em 1988, o goleiro levou o Brasil à final, contra a União Soviética. A equipe brasileira perdeu a partida e acabou ficando apenas com a medalha de prata.

facebooktwitterreddit