Botafogo

10 clubes europeus que, em uma década, tiveram menos treinadores que o Botafogo nesta temporada

Antonio Mota
Jan 14, 2021, 11:00 AM GMT-3
Incluindo os interinos, o Botafogo teve sete treinadores na temporada de 2020.
Incluindo os interinos, o Botafogo teve sete treinadores na temporada de 2020. | RICHARD DUCKER/FramePhoto/Gazeta Press
facebooktwitterreddit

O Botafogo é o clube da elite do futebol brasileiro que mais demitiu técnicos no século (34) e o quarto que mais trocou de treinador nas últimas duas décadas (38), segundo levantamento do Jornal O Tempo. E isso não mudou em 2020. Nesta temporada, o Glorioso já teve sete profissionais à beira do campo: Alberto Valentim, Paulo Autuori, Bruno Lazaroni e Ramón Díaz e Eduardo Barroca, além dos interinos Flávio Tenius e Emiliano Díaz.

Neste contexto, o 90min Brasil decidiu elencar 10 clubes europeus que, na última década – considerando do dia 1º de janeiro de 2010 a 31 de dezembro de 2019 –, tiveram menos treinadores que o Botafogo apenas nesta temporada. Confira.

10. Tottenham

O Tottenham teve seis treinadores na última década.
O Tottenham teve seis treinadores na última década. | Pool/Getty Images

O Tottenham teve apenas seis treinadores entre o dia 1º de janeiro de 2010 e 31 de dezembro de 2019, sendo eles: Harry Redknapp (2008/12), André Villas-Boas (2012/13), Tim Sherwood (2013/14), Mauricio Pochettino (2014/19) e José Mourinho (2019/atual).

9. Atalanta

A Atalanta teve seis comandante entre 2010 e 2019.
A Atalanta teve seis comandante entre 2010 e 2019. | Emilio Andreoli/Getty Images

Com o Gian Piero Gasperini desde 2016, a Atalanta teve seis técnicos na última década: Antonio Conte (2009/10), Valter Bonacina (2010), Stefano Colantuono (2010/15), Edoardo Reja (2015/16) e Gasperini (2016/atual).

8. Borussia Mönchengladbach

O Borussia Mönchengladbach teve cinco técnicos na década passada.
O Borussia Mönchengladbach teve cinco técnicos na década passada. | Lars Baron/Getty Images

O surpreendente Borussia Mönchengladbach também teve apenas cinco treinadores nos últimos dez anos: Michael Frontzeck (2009/11), Lucien Favre (2011/15), André Schubert (2015/16), Dieter Hecking (2016/19) e Marco Rose (2019/atual).

7. Ajax

O Ajax de Erik ten Hag teve seis treinadores na última década.
O Ajax de Erik ten Hag teve seis treinadores na última década. | Soccrates Images/Getty Images

Outro tive que valoriza bons trabalhos é o Ajax. Entre 2010 e 2019, o renomado clube holandês teve apenas seis treinadores: Martin Jol (2009/10), Frank De Boer (2010/16), Peter Bosz (2016/17), Marcel Keizer (2017), Michael Reiziger (2017) e Erik Ten Hag (2017/atual).

6. Borussia Dortmund

O Borussia Dortmund teve cinco treinadores na década de 2010.
O Borussia Dortmund teve cinco treinadores na década de 2010. | Lars Baron/Getty Images

O Borussia Dortmund teve cinco treinadores na última década: Jürgen Klopp (2008/15), Thomas Tuchel (2015/17), Peter Bosz (2017), Peter Stöger (2017/18) e Lucien Favre (2018/20). Edin Terziv, atual técnico do clube, assumiu o cargo no final do ano passado.

5. Liverpool

O Liverpool de Klopp teve apenas cinco treinadores nos últimos dez anos.
O Liverpool de Klopp teve apenas cinco treinadores nos últimos dez anos. | Laurence Griffiths/Getty Images

O Liverpool é um dos clubes que mais valorizam os seus treinadores. E na década passada, quando trocou de técnico apenas cinco vezes, não foi diferente. Nos últimos dez anos, os Reds foram comandados por: Rafa Benítez (2004/10), Roy Hodgson (2010/11), Sir Kenny Dalglish (2011/12), Brendan Rodgers (2012/12) e Jürgen Klopp (2015/atual).

4. Manchester City

O Manchester City teve quatro treinadores na década de 2010.
O Manchester City teve quatro treinadores na década de 2010. | Clive Brunskill/Getty Images

O Manchester City é um clube que sabe segurar os seus técnicos, tanto que, na última década, o time teve apenas quatro treinadores: Roberto Mancini (2009/2013), Brian Kidd (2013), Manuel Pellegrini (2013/16) e Pep Guardiola (2016/atual).

3. Benfica

O Benfica de Jorge Jesus teve três treinadores nos últimos dez anos.
O Benfica de Jorge Jesus teve três treinadores nos últimos dez anos. | Gualter Fatia/Getty Images

Com ex-Flamengo, o Benfica teve apenas três técnicos na década passada: Jorge Jesus (2009/15), Rui Vitória (2015/19) e Bruno Lage (2019/20). Já de 2020 para cá, o clube da luz trocou de técnico duas vezes: Nélson Veríssimo (2020) e novamente o Mister (2020/atual).

2. Atlético de Madrid

O Atlético de Madrid teve apenas três treinadores na última década.
O Atlético de Madrid teve apenas três treinadores na última década. | Quality Sport Images/Getty Images

Se comparado ao Botafogo ou ao futebol brasileiro, o Atlético de Madrid é de outro esporte. Na última década, os Colchoneros tiveram apenas três treinadores: Quique Sánchez Flores (2009/11), Gregorio Manzano (2011) e Diego Simeone (2012/atual).

1. Shakhtar Donetsk

O Shakhtar Donetsk teve apenas três técnicos nos últimos anos.
O Shakhtar Donetsk teve apenas três técnicos nos últimos anos. | Pool/Getty Images

Outro clube de futebol que parece ser de outro esporte: o Shakhtar Donetsk. Entre 2010 e 2019, o clube ucraniano teve apenas três treinadores: Mircea Lucescu (2004/2016), Paulo Fonseca (2016/19) e Luis Castro (2019/atual).

facebooktwitterreddit