James Rodriguez já foi visto como peça fundamental do ​Real Madrid, mas atualmente os trilhos parecem ter mudado. Embora o atleta sempre esteja ligado a uma possível mudança no clube espanhol, ele sempre permanece por lá. O empréstimo do jogador ao Bayern de Munique parecia ser a solução, mas James obteve números tão bons com o clube alemão que a própria equipe optou por um contrato permanente do colombiano ao time espanhol.


Isso deixou o atleta à margem na Espanha mais uma vez. De volta ao país, o técnico Zidane deixou claro que Rodriguez não faz mais parte de seus planos. O contrato do colombiano com o Real acaba em 2021, o que nos leva a pensar que é notável o interesse de outros clubes no momento. 


Avaliamos abaixo algumas 'prováveis' opções:



Paris Saint-Germain

Thomas Tuchel

Com os impactos causados devido à pandemia do coronavírus, principalmente na economia, são poucos os clubes europeus que possuem meios alternativos quando o assunto é gastar com janela de transferência. Isso significa que times de futebol terão trabalho e farão abordagens mais cautelosas para contratar o meia.


O Paris Saint-Germain é um exemplo. O clube francês é uma das exceções, que possui um 'poder de compra necessário' para ter James em seu elenco. Fica a pergunta: será que o colombiano daria conta do recado? Até porque o PSG possui um outro caso similar em sua equipe, Julian Draxler, de 26 anos, que não atendeu às expectativas. Seria James mais um Draxler? É necessário estudar esse questionamento. Só porque o clube francês tem dinheiro, não significa que fará questão de gastá-lo.



Arsenal

Mikel Arteta

O interesse inglês no jogador também não é novidade. O Arsenal chegou a entrar em contato com James antes de fechar um empréstimo de uma temporada com o Real Madrid pelo atleta Dani Ceballos. Possivelmente James faria a diferença  e aumentaria números do time de Mikel Arteta. Se o atual técnico dos Gunners a tiver a chance de 'reativar' o desempenho de Rodriguez, não há dúvidas de que ambos funcionariam bem juntos.

 


Everton

FBL-ENG-PR-CHELSEA-EVERTON

O atletá trabalhou com Carlo Ancelotti quando o técnico trabalhou pelos merengues entre 2013 e 2015. E é claro que o italiano fez questão de manter um bom relacionamento com o atleta da Colômbia, que virou estrela na Copa do Mundo de 2014. Atualmente, Ancelotti comanda o Everton, da Inglaterra, e já afirmou que quer mudanças em Goodison Park. Diante disso, pode-se afirmar que James seria uma peça ideal para uma mudança na história do Everton. Com a relação entre ambos, que se estendeu da Espanha até a Alemanha, a carreira de Rodriguez poderia 'ressurgir' caso o atleta jogue novamente com o técnico italiano no comando.



Wolves

Nuno Espirito Santo

Quem também demonstra alto interesse em James é o Wolves, igualmente da Inglaterra. Com grande sucesso nas últimas temporadas, o clube tornou-se um dos clubes mais consistentes da Premier League. O futebol inglês atrairia James Rodriguez e atuar ao lado de João Moutinho e Rúben Neves seria uma grande chance para o craque colombiano intensificar seus feitos.


Outra 'vantagem' da possível ida de Rodriguez ao Wolverhampton é que seu agente, Jorge Mendes, possui forte laços com a equipe inglesa, o que poderia trazer à tona o diferencial do clube time de Nuno Espirito Santo diante de outros times. Com esses e outros motivos, simplesmente não há como o Wolves não se interessar nessa possível contratação.