​Conhecido mundialmente por produzir jovens talentos em larga escala - nos últimos dez anos, exportou Lucas Moura, Éder Militão e David Neres, por exemplo -, o ​São Paulo já está com uma de suas principais joias sob a mira dos gigantes europeus: Igor Gomes. O armador de 21 anos vivia um ótimo momento sob comando de Diniz antes da pausa no calendário e, no início da temporada, esteve no grupo da Seleção Sub-23 que garantiu vaga olímpica ao Brasil.


Em entrevista concedida à Rádio Transamérica - repercutida pelo ​portal R7 -, o comandante do Tricolor Paulista deu uma declaração bastante 'dolorosa' para a torcida são-paulina. Atualmente monitorado pelo ​Real Madrid, Igor Gomes não deve permanecer muito tempo no Morumbi, ao menos é o que acredita Fernando Diniz.

Igor Gomes

"Eu acho que é difícil permanecer por muito tempo por conta da idade e da qualidade. O São Paulo não escapa disso, quase nenhum clube brasileiro escapa: os clubes precisam vender para honrar compromissos financeiros. Em determinado momento, o clube se vê quase que na obrigação de vender. Eu não sou a pessoa mais indicada para falar dos detalhes de como o futebol do Brasil é gerido, mas a gente é fornecedor de matéria-prima e ele [Igor Gomes] é uma grande matéria-prima", afirmou.


O único alento para o torcedor tricolor é que, qualquer clube estrangeiro interessado no meia, terá que abrir os cofres para contratá-lo. De vínculo recentemente estendido até 2023, Igor tem multa rescisória estipulada em 50 milhões de euros.