Ferreira voltou a ser alvo do Athletico-PR. O atacante foi afastado do elenco principal do Grêmio e os representantes do atleta se irritaram. A diretoria do Imortal gostaria de renovar com o jogador e ofereceu um aumento salarial. No entanto, a oferta não foi aceita pelos empresários do jovem de 22 anos e o a cúpula do Tricolor gaúcho ficou muito irritada com toda a situação.


Dorival Junior

O clima entre as partes piorou bastante quando a direção gremista optou por não inscrever o atleta para a fase de grupos da Libertadores. O jornalista ​Lucas Mello informou na tarde deste sábado (29), que conversou com uma pessoa próxima ao staff do atacante e foi revelado que a intenção é tirá-lo do Rio Grande do Sul. Com isso, o CAP fica otimista em fechar a negociação.


Os diretores do Furacão já tinham tentado contratar a jovem promessa no ano passado e ofereceram cerca de R$ 10 milhões. Na ocasião, o Grêmio recusou as tratativas porque já imaginava a ascensão da joia. A relação entre o Imortal e os empresários do jogador nunca foi bom e, isso, sempre dificultou a vida de Ferreira dentro do próprio clube. Se nada mudar nos próximos dias, a promessa deve mesmo deixar o Tricolor.



O Athletico é visto como uma grande vitrine. Os agentes do atacante levam em conta o ótimo momento do Rubro-Negro paranaense, que conseguiu vender Renan Lodi e Bruno Guimarães ao futebol europeu recentemente. Todos acreditam que o artilheiro tem um enorme potencial para brilhar nos gramados do Velho Continente em pouquíssimo tempo.  


Lucas Uebel / Grêmio, Divulgação