O Vasco nunca escondeu de ninguém o desejo de contar novamente com o zagueiro Dedé. O defensor, que está de saída do Cruzeiro, foi um pedido do treinador Abel Braga. O “mito”, como é conhecido, teve uma grande passagem pelo ​Gigante da Colina e boa parte dos torcedores ficaram empolgados com a possibilidade de ter um atleta deste nível para atual temporada.


Vagner Love,Dede

Apesar de toda a dificuldade financeira, o Vascão conversou com os representantes do atleta e formalizou uma proposta para contratá-lo. No entanto, o defensor não ficou disposto a diminuir consideravelmente seu salário e esse foi o principal entrave. O medalhão recebia cerca de R$ 800 mil mensais na Raposa, valores que estão totalmente fora da realidade do clube carioca.


De acordo com apuração do canal “​Atenção, Vascaíno”, os dirigentes vascaínos desistiram do zagueiro. A oferta feita pelo Cruz-Maltino não foi respondida de forma oficial pelo jogador, mas a cúpula do Gigante da Colina não quis insistir para repatriá-lo. Outro fato que pesou na desistência do Vasco, foi a possível nova cirurgia que o atleta corre risco de fazer e, assim, ficar afastado por até seis meses.



Com isso, o Vascão continua em busca de um zagueiro no mercado e vários nomes estão sendo analisados. A ideia segue a mesma: contratar um jogador arcando apenas com os salários. O presidente do clube, Alexandre Campello, vem tentando encontrar este reforço visando uma oportunidade de negócio. “Abelão” também está ajudando os dirigentes e indica alguns jogadores que gostaria de trabalhar.