Santos, mais uma vez, está interessado em contar com o futebol de Robinho. Atualmente com 36 anos, o atacante está no futebol turco desde o início de 2018, passando pelo Sivasspor e Basaksehir, onde desembarcou na temporada passada. O "Rei das Pedaladas", apelido que ganhou em 2002, acumula três passagens pelo Alvinegro Praiano e não descarta um novo retorno.


Em contato com a ​reportagem do Esporte Interativo, Robinho abriu o jogo e confirmou que a diretoria do Peixe procurou sua representante, a advogada Marisa Alija. Eles (Santos) tem o interesse. Entraram em contato com a minha advogada, mas além do interesse não tem nada", disse o atacante, que soma títulos em todas suas passagens pela Vila Belmiro, com duas edições do Campeonato Brasileiro (2002 e 2004), dois estaduais (2010 e 2015) e a Copa do Brasil (2010).

Robinho

O experiente atacante tem contrato com Basaksehir até o meio do ano e a equipe turca ainda tem a possibilidade de renovar o contrato. O contato do presidente santista, José Carlos Peres, ainda não se configurou em proposta oficial, que poderá ser realizada visando uma chegada sem custos. "Meu contrato termina em maio, inclusive a opção de renovação é deles. Não tem nada certo. Única coisa que tem é isso, que o presidente mostrou interesse em me repatriar", explicou o jogador.

Caso não renove seu vínculo na Turquia, Robinho poderá chegar ao Santos apenas pelo valor do salário e bonificações. O Peixe tem um dívida de R$ 4 milhões deixada pelo ex-presidente Modesto Roma Júnior. O débito, entretanto, não deve atrapalhar o retorno do jogador, que aceita um "sacrifício", reduzindo seus vencimentos e parcelando o valor devido. O presidente ainda não me pagou, mas pode pagar em 10, 20, 30 ou 50 vezes. Baixo até o salário. Vamos conversar", completou.