​Além do Corinthians, o atacante Rony, do Athletico-PR, também passou a ser alvo do ​Palmeiras. O Verdão iniciou as conversar na tarde desta quinta-feira (16) com o Furacão e também com o estafe do atleta de 24 anos. O jogador, que foi um dos destaques da equipe paranaense na última temporada, auxiliou o Rubro-negro na conquista da Copa do Brasil, de acordo com as informações do site ​GloboEsporte.com.

Caso o Alviverde avance nas negociações, vai precisar enfrentar a multa contratual do atleta, orçada em 12 milhões de euros, cerca de R$ 55 milhões. Porém, a equipe paranaense se mostrou flexível e está disposta a fazer negócio por um percentual menor dos direitos econômicos, apesar de o presidente, Mario Celso Petraglia, não ser muito maleável em tratativas. A boa relação entre os clubes também pode ser uma vantagem para o Palestra sai à frente do Timão.

Rony

Rony começou sua carreira nas categorias de base do Remo. Em 2015, foi transferido para o Cruzeiro e assinou contrato profissional. Após uma temporada, foi emprestado ao Náutico. O jogador também defendeu o Albirex Niigata, do Japão. Na última temporada, vestiu a camisa do Furacão, time pelo qual disputou 72 partidas e marcou 13 gols. Atualmente, o atacante é avaliado em 3 milhões de euros, cerca de R$ 13 milhões.



O bom desempenho do atleta pode ser observado pelos números do Campeonato Brasileiros de 2019, quando marcou 6 gols em 30 jogos, além de ter dado 8 assistências. Foram 60 passes decisivos; 10 grandes chances criadas; 69 chutes a gol e 56 dribles. A contratação do atacante seria importante para o Palmeiras acabar com a “dependência” com Dudu e também preencher a posição com um profissional mais experiente.