Enquanto a maioria dos grandes clubes brasileiros vai pensando em grandes contratações e nas disputas de torneios internacionais, o ​Cruzeiro, ao menos em 2020, terá uma outra realidade. Rebaixado para a Série B pela primeira vez em sua história, vendo vários atletas deixarem o clube e lutando para conseguir honrar seus compromissos em dia, a Raposa conta com a força do seu torcedor para dar a volta por cima.


​​

Fabio

O goleiro Fábio, um dos grandes ídolos dos últimos anos no clube mineiro deu uma notícia que animou a torcida cruzeirense: ficará na equipe em 2020 e ajudará o Cruzeiro a voltar para a elite do futebol brasileiro. O goleiro concedeu uma entrevista coletiva nesta quinta-feira (16) onde abordou este e outros assuntos. O vínculo do jogador com a Raposa vai até o final da temporada.


"Já tinha acertado desde a pré-temporada, agora que a gente divulgou, mas eu já tinha falado que a minha cabeça sempre esteve no Cruzeiro. Fazer com que a equipe volte onde nunca deveria ter saído pela história, camisa que é respeitada", relatou o ídolo da torcida cruzeirense. Além de Fábio, o zagueiro Léo e o lateral-direito Edilson também aceitaram uma redução salarial e vão permanecer para 2020.


O goleiro relembrou a inédita queda e relatou que tudo foi feito para evitar o rebaixamento. "A gente fez tudo que tinha ser feito e mais um pouco fora das quatro linhas. Tivemos cobranças fortes, jogador com jogador, e várias outras situações. Infelizmente os poderes estavam nos lugares errados", lamentou. Fábio também relatou como deverá ser executado o planejamento para a temporada para que o Cruzeiro volte à Série A. "Quem está na frente do Cruzeiro tem que ter muita sabedoria, muita transparência, porque o torcedor está cansado de coisas erradas", concluiu.

​​