O atacante Marinho não se reapresentou junto ao elenco do ​Santos na última quarta-feira (8) e a situação gerou especulações sobre o futuro do jogador. José Carlos Peres, presidente do alvinegro praiano, conversou com o jornalista ​Jorge Nicola e tratou de acabar com os rumores.  


Na entrevista, o gestor afirmou que o camisa 11 pertence ao Peixe e só vai deixar a Vila Belmiro em caso de pagamento integral da multa. “O Marinho é 100% nosso e só sai por 15 milhões de euros”, ressaltou. O atacante ainda não deu uma justificava para a ausência.


Marinho

O atacante se apresentou na quinta-feira e disse que teve “imprevistos”. Marinho treinou normalmente e teve seu primeiro contato com o novo técnico do clube Jesualdo Ferreira. Soteldo também se juntou ao plantel com um dia de atraso, mas justificou para a diretoria santista. O meia Carlos Sánchez só se reapresentou na sexta-feira.



O Santos oficializou a compra de Marinho em maio da temporada passada por cerca de R$ 4 milhões. Atualmente, a multa do atleta, mencionada pelo presidente, é de aproximadamente R$ 68 milhões. Em 2019, o atacante marcou 8 gols em 28 partidas, sendo fundamental no esquema de Jorge Sampaoli.