Neste sábado (11), ​Palmeiras anunciou, na Academia de Futebol, sete jogadoras para o time feminino de 2020. As novas atletas do clube deram entrevista coletiva e realizaram as primeiras atividades da temporada com o elenco completo.


Os reforços do alviverde foram: a goleira Karen, a zagueira argentina Agustina, a polivalente Rosana, as meio-campistas Angelina, Ary Borges e Stefany e a atacante Ottilia. Monica, outra atacante, também retorna ao clube. As atletas chegam para fortalezar o elenco comandado por Ricardo Belli.


O principal destaque da apresentação foi a meio-campista Stefany, campeã mundial pela seleção de futebol para surdos na última temporada e eleita melhor jogadora do Mundial de Futebol de Surdos, em 2015, na Tailândia. A atleta se emocionou na entrevista e destacou movimento de inclusão do plantel.


“As meninas tiveram interesse em aprender libras, todos se esforçando para conversar comigo. É uma honra para mim. Quero muito trazer títulos em nome do Palmeiras, e agradeço a todas as meninas que estão se adaptando tão rapidamente”, disse em libras Stefany que contou com o auxílio da mãe de um tradutor.

A atacante Ottilia e a meio-campista Ary Borges fizeram uma boa temporada pelo rival ​São Paulo, em 2019, onde conquistaram a Séria A2 do Brasileirão e foram vice-campeãs do Campeonato Paulista. A artilheira comentou sobre sua chegada no Palmeiras e se mostrou surpresa com a reação de parte da torcida do tricolor paulista.


“A gente não esperava que fosse um ódio tão grande da parte deles. Foi muito de surpresa, mas acontece. A gente sabe como as coisas aconteceram e estamos com a consciência tranquila. Sobre vestir a camisa de um rival, eu estou muito feliz. Como alguns sabem é o time de coração do meu pai e da minha mãe, então eu estou muito satisfeita de estar vestindo essa camiseta”, destacou.

O Palmeiras estreia na Série A1 do Campeonato Brasileiro no dia 9 de fevereiro, em Vinhedo, contra o ​Corinthians



Foto de capa: Rafaela Cardoso

Foto no texto: Bruno Ulivieri / Estadão Conteúdo