​O mercado de transferências segue agitado no futebol brasileiro. Enquanto os principais clubes do país não entram em campo pelos campeonatos estaduais, as diretorias vão se movimentando em busca de negociações. É o caso do Grêmio, por exemplo, que já fechou com três reforços: o lateral-direito Victor Ferraz, ex-Santos, lateral-esquerdo Caio Henrique que estava no Fluminense e o volante Lucas Silva, sem clube.


​​

Everton,Sornoza

Ao mesmo tempo que chegadas estão acontecendo no Tricolor, algumas saídas foram confirmadas no elenco de Renato Portaluppi e outros atletas ainda podem deixar o grupo. É o caso do atacante Everton, um dos principais nomes do Imortal e que chama a atenção do futebol europeu. O Everton-ING, clube que tem o mesmo nome de Cebolinha estaria interessado em sua contratação.


Segundo a informação do site ​UOL Esporte, o West Ham, também da Inglaterra, monitora o jogador de 23 anos e poderá fazer uma investida no craque gremista nos próximos dias. Inicialmente, o plano inicial do Grêmio era receber aproximadamente 40 milhões de euros por Everton (o equivalente a R$ 182,6 milhões). Porém, como investidas dos grandes centros não atingiram esse valor, o Tricolor poderá liberar Cebolinha por um valor inferior.


Em agosto de 2019 o clube recusou uma proposta de 45 milhões de euros do Beijing Guoan, da China. Na época, o Grêmio fez uma contraproposta de 60 milhões de euros (R$ 259,6 milhões naquele momento) e as negociações não avançaram. Também pesou a vontade do jogador em não ir para um centro onde o futebol não é tão desenvolvido. Por isso, caso seja vendido, Everton deverá atuar na Europa.