​A janela internacional de transferências para o Brasil fechou na última quarta-feira (31), mas isso não quer dizer que os clubes por aqui vão parar de ir ao mercado. Até o fim de agosto, há a possibilidade de transações nacionais, ou seja, um jogador assinar com outro time da Série A. Após contratar três reforços nos últimos dias - Pará, Luan Peres e Lucas Venuto -, Santos também fica de olho no caminho contrário, pois há muitos interessados no elenco de Jorge Sampaoli. 


De acordo com reportagem da ​Gazeta Esportiva, o zagueiro Luiz Felipe foi novamente procurado pelo ​Internacional, que acenava para uma proposta de empréstimo. A diretoria do Peixe, todavia, rechaçou a possibilidade e afirma que só negocia o defensor em caso de oferta por venda. E tem que ser alta, assim como acontece com Lucas Veríssimo, que vem sendo observado por clubes europeus. 


Jaylson,Luiz Felipe

O interesse do Inter no zagueiro de 25 anos se explica pelo fato de o Santos ter contratado Luan Peres nesta janela de meio de ano. Com isso, Luiz Felipe, que já é reserva no plantel de Sampaoli, perderia ainda mais espaço no time. Ele tem contrato na Vila Belmiro até setembro de 2022. Na atual temporada, disputou 14 jogos graças ao rodízio do treinador argentino ao longo das competições. 


Além do Internacional, o Athletico-PR e o Vasco procuraram recentemente o Peixe para a opção de empréstimo, mas receberam a mesma posição. Os representantes de Luiz Felipe já estudam assinar um novo vínculo no clube, com aumento salarial. Sampaoli deixou claro, nos bastidores, que conta com o jogador para o restante da temporada. 


No caso do Inter, o técnico Odair Hellmann tem uma dupla de zaga consistente e entrosada. Rodrigo Moledo e Victor Cuesta fazem uma temporada sensacional e são pilares da campanha irreparável do Colorado até aqui - entre os primeiros do Campeonato Brasileiro e classificado para as quartas de final da Libertadores e a semifinal da Copa do Brasil. 

Luiz Felipe seria uma alternativa para compor elenco, já que Emerson Santos está parado por causa de uma lesão muscular. Há, é verdade, os jovens Bruno Fuchs, Roberto e Klaus, que voltou a entrar em campo no último Gre-Nal, mas, nos bastidores, Odair procura um jogador mais pronto em caso de perda de um dos seus titulares. O diretor-executivo do clube, Rodrigo Caetano, segue atento ao mercado em busca de outras alternativas. Gustavo Henrique, também do Santos, é outra boa alternativa, embora tenha encaminhado a renovação na Vila.