​O ​Palmeiras se movimentou no mercado da bola e acertou com dois novos jogadores na reta final da janela de transferências para contratações do exterior. Após as chegadas de Henrique Dourado, da China, e Luiz Adriano, da Rússia, um outro atleta do setor, Arthur Cabral, pode ficar ainda mais sem espaço e, nesta terça-feira (30), um novo interessado em tirar o jovem da Academia de Futebol surgiu na parada.

De acordo com a reportagem do​ Globoesporte.com, o Ceará, que revelou o atacante e vendeu para o Alviverde no final do ano passado, quer repatriar o atleta. A informação foi confirmada pelo presidente do Vovô, Robinson de Castro, que tem a intenção de realizar a contratação por empréstimo até o final da temporada. O mandatário, que busca um novo camisa 9 para o time do técnico Enderson Moreira, tentou contato diretamente com Arthur Cabral.

A saída do jogador do Palmeiras pode ser facilitada pelas opções que o técnico Luiz Felipe Scolari ganhou nesta semana. Enquanto Henrique Dourado, artilheiro em 2014, retornou ao clube por empréstimo de seis meses com os salários pagos pelo Henan Jianye, da China, Luiz Adriano, revelado pelo Internacional, chega do Spartak Moscou, da Rússia, com contrato de quatro temporadas, até 2023

Titular contra o Vasco no último sábado (27), Arthur Cabral tem apenas cinco atuações em 2019 e um gol marcado. Recentemente, surgiram especulações de que o atacante poderia se transferir para Grêmio e o próprio Vasco. O negócio mais 'quente' seria com os cariocas, sendo que os dirigentes mantiveram conversas com a alta cúpula palmeirense no final de semana. No final de 2018, o Ceará negociou o atacante com os paulistas por R$ 5,5 milhões por 50% dos direitos econômicos.