​Ninguém pode negar que, desde que Vanderlei Luxemburgo chegou ao ​Vasco da Gama, há quase três meses, o espírito do time mudou. Da lanterna do Campeonato Brasileiro, o Cruz-Maltino melhorou seu rendimento, acumula bons resultados - o mais recente foi o empate com o então Palmeiras, no Allianz Parque - e já almeja objetivos maiores na competição. De fato, Luxa mexeu com o brio do elenco. 


Atletas que andavam sumidos "renasceram". A energia dos jogadores, apesar de toda crise financeira que assola o clube, tem sido muito positiva e é resultado de um trabalho psicológico fortíssimo do comandante. Quem não se lembra de preleções e discursos de Luxa nos tempos de Palmeiras, Corinthians e tantos outros clubes que dirigiu no Brasil? Falou em levantar a moral do seu grupo, é com o "professor" mesmo. 



Em vídeo divulgado pela TV oficial do Vasco no Youtube, Luxemburgo aparece motivando os jogadores ainda no vestiário do Allianz Parque antes do jogo com o Palmeiras. E, é claro, com uma boa dose de xingamentos "à moda da casa". "Tem que ter história. Eu tenho história no futebol. Vanderlei Luxemburgo, vai lá no Google, uma história do c... Tem que construir uma história. Você não está aqui por acaso, por nada, para não acontecer p... nenhuma", começou o treinador.


Para reforçar seu discurso em prol da glória vascaína, o técnico relembrou uma das maiores viradas da história do futebol brasileiro protagonizada pelo clube de São Januário. Em 2000, na final da Copa Mercosul, o Cruz-Maltino se sagrou campeão da extinta competição, em pleno estádio Palestra Itália, com um placar de 4 a 3. Detalhe: os cariocas foram para o intervalo perdendo por 3 a 0. O "baixinho" Romário puxou a reviravolta, marcando três gols. 


"A história do Vasco da Gama tem um capítulo importante para c... aqui nesse estádio, porque o Vasco, quando jogou aqui, era Vasco, perdendo, botou o Vasco em campo, virou a p... do jogo e foi campeão aqui. Está na história do Vasco da Gama. Então, eu quero que vocês construam a história de vocês. Não estou aqui por acaso. Vim aqui para construir uma história. E cabe a nós reconquistarmos essa beleza da história do Vasco da Gama. Não tenham medo de ser felizes. Agora é a hora de quem joga para c..., do homem que chama a responsabilidade. Se ficar c... com eles aqui, toma porrada. Vai para dentro deles. É homem contra homem, 11 contra 11. Essa camisa aqui pesa para c... Eu quero ver essa p... dentro do campo", completou Luxa no vídeo acima (a partir de 4´22").

Apesar de ser flamenguista de coração, Luxemburgo tem surpreendido por sua entrega na Colina, inclusive, abrindo mão de seus salários atrasados em prol do elenco. Em entrevistas anteriores, o treinador enfatizou que está trabalhando para recolocar o Vasco no lugar dos maiores clubes do Brasil. Multicampeão na década de 1990 e no começos dos anos 2000, o Cruz-Maltino amargou péssimas administrações e reflexo foram os três rebaixamentos para a Série B do Campeonato Brasileiro. Com Luxa, parece que a história está mudando. Para melhor.