​Ter pela frente o atual campeão da Libertadores da América logo nas oitavas de final não era desejo de ninguém. Pois o Cruzeiro tem a chance, nesta terça-feira, de mostrar que não se intimida com o poderio do River Plate


De torcedor para torcedor: clique aqui e siga o 90min no Instagram!



Depois de empatar em 0 a 0 na Argentina, a equipe mineira traz para o Mineirão a decisão da vaga para a próxima fase do torneio. Se uma vitória simples já basta, é preciso também ficar atento, afinal, qualquer gol tomado representará a necessidade de ter que ganhar por dois de diferença para seguir sonhando com o título.



Ficha técnica​Cruzeiro x River Plate​
​Data​30 de julho de 2019
​Horário​19h15min (horário de Brasília)
​Local​Mineirão, em Belo Horizonte
​Árbitro​Roberto Tobar (Chile)
​VAR​Nicolás Gallo (Colômbia)
​Onde assistir​SporTV



PROVÁVEIS ESCALAÇÕES



CruzeiroFábio; Orejuela, Léo, Dedé e Egídio; Lucas Romero, Henrique, Ariel Cabral (David), Thiago Neves e Marquinhos Gabriel; Pedro Rocha. ​
​River Plate​Armani; Montiel, Rojas, Martínez Quarta e Casco; Ponzio; Nacho Fernández, Enzo Pérez e Palacios; Pratto e Borré


O Cruzeiro deverá ter uma equipe modificada para a decisão desta terça-feira. Como dificilmente contará com Robinho, o técnico Mano Menezes pode optar por uma escalação mais cautelosa, colocando o volante Ariel Cabral, ou apostar no atacante David para formar o trio com Thiago Neves e Marquinhos Gabriel. Na frente, Pedro Rocha tem tudo para seguir entre os titulares.


Lucas Martinez Quarta,Pedro Rocha


No River Plate, o zagueiro Pinola, lesionado, é ausência confirmada, com Rojas entrando em seu lugar. Já na lateral esquerda, Angileri dá lugar a Casco, que volta ao time depois de cumprir suspensão. Mas, claro, a grande aposta se dá em cima de Lucas Pratto, centroavante que já defendeu as cores do Atlético-MG, principal rival da Raposa.


Lucas Pratto



NOSSO PALPITE


FBL-LIBERTADORES-RIVER-CRUZEIRO


Este é um jogo em que tudo pode acontecer. Se o Cruzeiro tem a força do Mineirão ao seu lado, o River já mostrou, ao longo dos últimos anos, que não se intimida com o fato de jogar fora de casa. O equilíbrio tem tudo para prevalecer, mas os argentinos podem se beneficiar de um ponto: o empate com gols.


Palpite final: Cruzeiro 1 x 1 River Plate.