​O Santos é o novo líder do Campeonato Brasileiro de 2019. Na tarde deste domingo (28), o Peixe bateu o Avaí, na Vila Belmiro, pelo placar de 3x1, e subiu para os 29 pontos, deixando o rival Palmeiras na segunda colocação com 27. O próximo compromisso será apenas no final de semana. Pela 13ª, os comandados de Jorge Sampaoli duelam com o Goiás, às 11h (horário de Brasília).

Após o duelo com os catarinenses, em entrevista coletiva, o treinador argentino destacou um jogador que considera 'insubstituível' no atual elenco alvinegro. Depois de estar fora dos planos no início do ano, Eduardo Sasha ganhou espaço no clube e desbancou um reforço contratado a pedido de Sampaoli. Ex-Flamengo, o colombiano Fernando Uribe tem apenas cinco atuações com a camisa santista e foi avisado pelo comandante: terá que esperar na reserva


Hoje, sacar o Sasha custa muito. Funciona muito bem na equipe. Joga na contenção, nos faz jogar. É um jogador incrível. Sasha gera um monte de situações a nosso favor. Jogar para o companheiro. Como eu joguei com um camisa 9 só, Uribe terá que esperar”, comentou. No Brasileirão, o camisa 27, que passou em branco diante do Avaí, é o artilheiro da equipe, acumulando cinco bolas na rede.


O atacante não foi o único elogiado na coletiva do início desta noite. Sampaoli também não escondeu sua satisfação com a atuação do venezuelano Yeferson Soteldo, de apenas 1,60m da altura, com deu assistência para o gol de Carlos Sanchez após uma linda jogada individual. "Tamanho não é referência. Soteldo é um extremo que eu não conheço muitos que proponham tanto no 1×1", elogiou.

"Importante que esteja bem. Não estava 100% por causa de uma pancada, mas a jogada do segundo gol é de um jogador desequilibrante e raro. Temos que fazer ele melhorar, é jovem. Se não fosse pelo físico, talvez não fosse tão rápido. Brasil tem muitos extremos baixos e hábeis", completou Sampaoli.