Cruzeiro retornou da Argentina com um resultado que pode ser considerado satisfatório na bagagem. Na noite de ontem, a equipe do técnico Mano Menezes empatou em 0x0 com o River Plate e precisa apenas de uma vitória simples para se classificar às quartas de final da Copa Libertadores da América. Em solo argentino, a diretoria tratou de uma negociação, que não foi concretizada e ganhou mais um 'capítulo'.


A 'novela' envolve Lucas Romero, que está na mira do Independiente. Segundo informou o ​Globoesporte.com, a diretoria mineira voltou a recusar uma proposta, apesar de os termos terem sido alterados. A nova oferta foi de 2 milhões de dólares (cerca de R$ 7,5 milhões), mais o perdão de uma dívida que a Raposa possui pelo meia Matías Pisano. O valor devido gira na casa dos 600 mil dólares.


Emerson,Lucas Romero

No entanto, os termos apresentados não agradaram a alta cúpula do Cruzeiro. Inicialmente, havia sido recusada uma proposta de US$ 2,3 milhões pelo volante, que também tem a possibilidade de atuar na lateral-direita. O contrato de Romero com o clube tem duração até o início do ano de 2021 e o argentino é considerado importante peça para Mano, visto os problemas recentes dos laterais de origem Edilson e Orejuela. 

O camisa 29 já externou sua vontade de atuar no Independiente e o Cruzeiro pede 4 milhões de dólares (cerca de R$15 milhões) para aceitar fechar o negócio. “O jogador me pediu para voltar à Argentina. Estamos conversando com ele e com o empresário. A princípio o jogador gostaria de estar retornando. Ele acha que jogando em um time da Argentina teria uma chance maior de jogar na Seleção", disse o diretor de futebol Marcelo Dijan em entrevista à Rádio Itatiaia na última semana.