Nada mais apropriado do que Cristiano Ronaldo converter o pênalti da vitória na final da Champions League após 120 minutos de tensão em Milão.


O português conhece o gosto amargo de perder um pênalti nas cobranças decisivas, já que perdeu um jogando pelo Manchester United em 2008. Naquela ocasião, em Moscou, ele ainda assim saiu vitorioso. Dessa vez ele não se permitiu errar.

dcvb

Ao bater Jan Oblak e selar a vitória do Real por 5 a 3, e a décima primeira conquista do clube, encontrou a maneira perfeita de fechar mais uma brilhante temporada. Esse foi o seu terceiro título da Liga dos Campeões, e agora mais do que nunca, ele se firma entre os maiores de todos os tempos. Uma verdadeira lenda do futebol.


Ronaldo marcou 16 gols na Liga dos Campeões 2015/2016, apenas um a menos do que o seu próprio recorde de duas temporadas atrás


Na La Liga, impressionantes 35 gols em apenas 36 jogos. Somando as duas competições, ele finaliza o ano com 51 gols, pela sexta vez seguida ultrapassando a marca de 50 gols por temporada. Parece impossível de acreditar.

cfb

Em setembro de 2015, Ronaldo marcou o gol número 500 da sua carreira - entrando para um seletíssimo clube de artilheiros - e se tornou o maior artilheiro da história do Real Madrid um mês depois, em um gol histórico contra o Levante


Este é um jogador, que mesmo com 31 anos de idade, ainda está para chegar ao seu auge e os recordes sem dúvida continuarão a ser quebrados. Simplesmente não existem superlativos para descrever Cristiano Ronaldo.


​​